The Holy See
back up
Search
riga

PAPA BENTO XVI

ANGELUS

Domingo, 19 de Junho de 2005

 

Queridos Irmãos e Irmãs!

Celebra-se amanhã, 20 de Junho, o Dia Mundial do Refugiado, promovida pelas Nações Unidas para manter viva a atenção sobre os problemas de quantos devem abandonar forçadamente a Pátria. O tema deste ano "A coragem de ser refugiado" realça a força de ânimo exigida de quem deve deixar tudo, por vezes até a família, para evitar graves dificuldades e perigos. A Comunidade cristã sente-se próxima de quantos vivem esta dolorosa condição; esforça-se por apoiá-los e manifesta-lhes de diversas formas o seu interesse e o seu amor que se traduz em gestos concretos de solidariedade, para que todos os que se encontram distantes do seu País sintam a Igreja como uma pátria na qual ninguém é estrangeiro.

A atenção amorosa dos cristãos em relação a quem se encontra em dificuldade e o seu compromisso por uma sociedade mais solidária alimentam-se continuamente com a participação activa e consciente da Eucaristia. Quem se alimenta com a fé de Cristo na mesa eucarística assimila o seu próprio estilo de vida, que é o estilo do serviço atento sobretudo aos mais frágeis e desfavorecidos. De facto, a caridade laboriosa é um critério que comprova a autenticidade das nossas celebrações litúrgicas (cf. Carta Apost. Mane nobiscum Domine, 28). O Ano da Eucaristia, que estamos a viver, ajude as comunidades diocesanas e paroquiais a reavivar esta capacidade de ir ao encontro das numerosas pobrezas do nosso mundo.

Desejamos confiar hoje, de modo especial, os homens, as mulheres e as crianças que vivem a condição de refugiados à materna protecção de Maria Santíssima, que, juntamente com o esposo São José e com o Menino Jesus, conheceu a amargura do exílio, quando a absurda perseguição do rei Herodes obrigou a Sagrada Família a fugir para o Egipto (cf. Mt 2, 13-23). Rezemos à Virgem Santíssima para que estes nossos irmãos e irmãs encontrem no seu caminho acolhimento e compreensão.


Depois do Angelus

Amados Irmãos e Irmãs!

Conclui-se hoje, em Varsóvia, o Congresso Eucarístico da Polónia. Durante a solene Concelebração foram inscritos no Álbum dos Beatos três filhos desta nobre Nação: Ladislau Findysz, Bronislau Markiewicz e Inácio Klopotowski. Faço votos por que este significativo acontecimento eclesial contribua para fortalecer o espírito de reconciliação fraterna, fundamento necessário para a edificação da comunhão de quantos participam na única mesa de Cristo. Assim, o Redentor permanecerá sempre nas nossas famílias, como está dito no tema do Congresso: "Permanecei, Senhor, nas nossas famílias".

Deus vos abençoe!

© Copyright 2005 - Libreria Editrice Vaticana

 

top