The Holy See
back up
Search
riga

VIAGEM APOSTÓLICA DO PAPA BENTO XVI A COLÓNIA
POR OCASIÃO DA XX JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

ANGELUS

Esplanada de Marienfeld, 21 de Agosto de 2005

 

Queridos amigos

Chegámos ao final desta maravilhosa celebração e também da XX Jornada Mundial da Juventude. No meu coração, ouço ressoar vigorosamente uma palavra: "Obrigado"! Estou persuadido e posso ouvi-lo de que ela encontra um eco coral em cada um de vós. É o próprio Deus que o imprimiu nos vossos corações e que o confirmou com a presente Eucaristia, que significa precisamente uma "acção de graças". Sim, estimados jovens, a palavra de agradecimento, que nasce da fé, exprime-se no cântico do louvor a Deus, Pai e Filho e Espírito Santo, que nos concedeu um grandioso testemunho do seu imenso amor.

O nosso "obrigado", que ascende em primeiro lugar a Deus somente Ele o podia conceder-nos, assim como se verificou pela dádiva deste Encontro inesquecível, esta "acção de graças", estende-se a todos aqueles que cuidaram da sua organização e da sua realização. A Jornada Mundial da Juventude constituiu um dom mas, como de facto aconteceu, também o fruto de um grande trabalho. Por este motivo, desejo renovar de maneira particular o meu profundo agradecimento ao Pontifício Conselho para os Leigos, presidido pelo Senhor Arcebispo D. Stanislaw Rylko, validamente coadjuvado pelo Secretário do mesmo Dicastério, D. Josef Clemens, que durante anos foi meu Secretário, e aos Irmãos no Episcopado alemão, em primeiro lugar ao Arcebispo de Colónia, Senhor Cardeal Joachim Meisner. Estou grato também às Autoridades políticas e administrativas, que ofereceram uma grande contribuição, que ajudaram com generosidade e que nestes dias tornaram possível a tranquila realização de todas as manifestações; agradeço de maneira especial aos numerosos voluntários que vieram de todas as Dioceses alemãs e de todas as nações. Dirijo um cordial agradecimento inclusive aos multíplices mosteiros de vida contemplativa que, mediante as suas orações, acompanharam esta Jornada Mundial da Juventude.

Neste momento, em que a presença viva de Jesus Cristo ressuscitado no meio de nós alimenta a fé e a esperança, sinto-me feliz por vos anunciar que a próxima Jornada Mundial da Juventude terá lugar em Sidney, na Austrália, no ano de 2008. Confiemos à orientação maternal e amorosa de Maria Santíssima o caminho futuro dos jovens do mundo inteiro.

Agora, recitemos o Angelus.


Depois do Angelus

É com carinho que saúdo os jovens de língua portuguesa. Amados jovens, faço votos a fim de que vivais sempre na amizade com Jesus, para experimentardes a verdadeira alegria e para a comunicardes a todos, de forma especial aos vossos coetâneos em maior necessidade.

Saúdo com afecto os jovens francófonos. Queridos amigos, agradeço-vos a vossa participação e formulo-vos bons votos a fim de que volteis para os vossos países levando dentro de vós, a exemplo dos Magos, a alegria de vos terdes encontrado com Cristo, o Filho de Deus vivo.
Aos jovens anglófonos, provenientes de todas as regiões do mundo, dirijo uma cordial saudação no final destes dias inesquecíveis. A luz de Cristo, que seguistes para vir até Colónia, resplandeça agora mais límpida e vigorosa nas vossas vidas!

Dilectos jovens de língua espanhola! Vós viestes para adorar Cristo. Agora que vos encontrastes com Ele, continuai a adorá-lo dentro dos vossos corações, permanecendo sempre prontos para explicar a razão da vossa esperança (cf. 1 Pd 3, 15). Bom regresso aos vossos países!

Prezados amigos de expressão italiana! Já se aproxima o final da XX Jornada Mundial da Juventude, mas esta celebração eucarística continua na vossa vida: transmiti a todos a alegria de Jesus Cristo, que aqui pudestes encontrar.

Transmito um abraço carinhoso a cada um de vós, estimados jovens polacos! Como vos diria o grande Papa João Paulo II, conservai viva a chama da fé, tanto na vossa existência como na vida do vosso povo. Maria, Mãe de Cristo, oriente sempre os vossos passos.

Queridos amigos de expressão filipina e todos vós, jovens provenientes da Ásia! Seguindo o exemplo dos Magos, vós viestes do Oriente para adorar Cristo. Agora que vos encontrastes com Ele, voltai aos vossos países levando dentro dos vossos corações a luz do seu amor.

Dirijo uma afectuosa saudação também a vós, jovens africanos! Transmiti ao vosso imenso e amado continente a esperança que Cristo vos concedeu. Sede em toda a parte semeadores de paz e de fraternidade.

Queridos amigos que me compreendeis na minha língua, agradeço-vos de todo o coração o carinho com que me sustentastes durante estes dias. Peço-vos que permaneçais próximos de mim com a vossa oração. Caminhai unidos. Sede sempre fiéis a Cristo e à Igreja. A paz e a alegria de Cristo estejam sempre convosco!
 

© Copyright 2005 - Libreria Editrice Vaticana

top