The Holy See
back up
Search
riga

PAPA BENTO XVI

REGINA CAELI

Dia Mundial das Comunicações Sociais
Domingo, 8 de Maio de 2005

 


No domingo, 8 de Maio, Bento XVI, da janela do seu Escritório particular saudou e abençoou as crianças que participaram na "Maratona da Primavera Festa nacional da Escola".

Bom dia, queridas crianças, sede bem-vindas à Praça de São Pedro.

Desejo-vos uma boa festa da Maratona da Primavera que se realiza também noutras cidades da Itália. Desejo-vos grande alegria e sinto-me feliz por vos ver nesta Praça. A minha bênção e saudações aos vossos pais, aos vossos amigos e um bom desenvolvimento desta festa. Agora abençoo-vos e a bênção é válida para todos vós, para os vossos amigos e para as vossas famílias. Abençoe-vos Deus Omnipotente, Pai e Filho e Espírito Santo.

E não nos esqueçamos de que hoje é também o Dia das Mães. Pensemos todos nas mães com toda a nossa gratidão e rezemos de modo particular por elas. Bons votos a todos vós e particularmente às vossas mães.

Obrigado e bom domingo a todos.

***

Amados Irmãos e Irmãs!

Hoje, em muitos Países, entre os quais a Itália, celebra-se a solenidade da Ascensão do Senhor ao Céu. Com esta festa a Comunidade cristã é convidada a dirigir o olhar para Aquele que, quarenta dias depois da sua ressurreição, entre a admiração dos Apóstolos "se elevou à vista deles e uma nuvem o ocultou aos seus olhos" (Act 1, 9). Portanto, somos chamados a renovar a nossa fé em Jesus, a única âncora verdadeira de salvação para todos os homens. Subindo ao Céu, Ele abriu de novo o caminho rumo à nossa pátria definitiva, que é o Paraíso. Agora, com o poder do seu Espírito, ele ampara-nos na peregrinação quotidiana na terra.

Celebra-se neste domingo o Dia Mundial das Comunicações Sociais, sobre o tema: "Os meios de comunicação ao serviço da compreensão entre os povos". Na actual época da imagem os mass media constituem efectivamente um recurso extraordinário para promover a solidariedade e o entendimento da família humana. Disto tivemos recentemente uma prova extraordinária por ocasião da morte e das solenes exéquias do meu amado Predecessor João Paulo II. Mas tudo depende do modo como são usados. Estes importantes instrumentos da comunicação podem favorecer o conhecimento recíproco e o diálogo, mas também podem, ao contrário, alimentar o preconceito e o desprezo entre os indivíduos e os povos; podem contribuir para difundir a paz ou para fomentar a violência. Eis por que é sempre necessário apelar-se à responsabilidade pessoal; é preciso que todos façam a sua parte para garantir em todas as formas de comunicação objectividade, respeito da dignidade humana e atenção ao bem comum. Desta maneira, contribui-se para abater os muros de hostilidade que ainda dividem a humanidade, e podem-se consolidar aqueles vínculos de amizade e de amor que são sinais do Reino de Deus na história.

Voltamos ao mistério cristão da Ascensão. Depois do Senhor ter sido elevado ao Céu, os discípulos reuniram-se em oração no Cenáculo, com a Mãe de Jesus (cf. Act 1, 14), invocando juntos o Espírito Santo, que os teria revestido de poder para o testemunho que deveriam prestar de Cristo ressuscitado (cf. Lc 24, 49; Act 1, 8). Qualquer comunidade cristã, unida à Virgem Santíssima, revive nestes dias esta singular experiência espiritual em preparação para a solenidade do Pentecostes. Também nós nos dirigimos agora a Maria com o cântico do Regina Caeli, implorando a sua protecção sobre a Igreja e especialmente sobre quantos se dedicam à obra de evangelização mediante os meios de comunicação social.
 

Copyright © Libreria Editrice Vaticana

top