The Holy See
back up
Search
riga

PAPA BENTO XVI

ANGELUS
Domingo de Ramos
XXI Jornada Mundial da Juventude

Domingo, 9 de Abril de 2006

 

Irmãos e irmãs, daqui a pouco uma delegação de jovens alemães entregará aos coetâneos australianos a Cruz das Jornadas Mundiais da Juventude. É a Cruz que o amado João Paulo II confiou aos jovens em 1984 para que a levassem pelo mundo como sinal do amor de Cristo pela humanidade. Saúdo o Cardeal Joachim Meisner, Arcebispo de Colónia, e o Cardeal George Pell, Arcebispo de Sidney, que quiseram estar presentes neste momento tão significativo. A passagem da Cruz, depois de cada Encontro mundial, tornou-se uma "tradição", no sentido próprio de uma traditio, uma entrega altamente simbólica, que deve ser vivida com grande fé, comprometendo-se a percorrer um caminho de conversão no seguimento de Jesus. Esta fé é-nos ensinada por Maria Santíssima, a primeira que "acreditou" e carregou a sua própria cruz juntamente com o Filho, gozando assim com Ele da alegria da ressurreição. Por isso, a Cruz dos jovens é acompanhada de um ícone da Virgem, que reproduz Maria Salus Populi Romani, venerada na Basílica de Santa Maria Maior, a mais antiga Basílica dedicada a Nossa Senhora no Ocidente.

A Cruz e o Ícone marianos das Jornadas da Juventude, depois de terem feito etapa nalguns Países de África, para manifestar a proximidade de Cristo e da sua Mãe às populações daquele Continente, provadas por tantos sofrimentos, a partir do próximo mês de Fevereiro serão acolhidos em diversas regiões da Oceânia, para atravessar depois as dioceses da Austrália e, por fim, chegar a Sidney em Julho de 2008. Trata-se de uma peregrinação espiritual que vê envolvida toda a comunidade cristã e sobretudo os jovens.

Saúdo todos os peregrinos e visitantes que estão aqui neste Domingo de Ramos, no qual aclamamos Jesus, modelo de humildade, o nosso Messias e Rei. Saúdo de modo especial o Cardeal George Pell, Arcebispo de Sidney, juntamente com os jovens australianos. Fazei com que eles tenham a certeza do apoio e do acompanhamento espiritual de todos nós, enquanto se preparam para hospedar a Jornada Mundial da Juventude de 2008. Sobre cada um de vós aqui presentes e sobre as vossas famílias, invoco as bênçãos divinas da força e da sabedoria.

Saúdo de coração todos os peregrinos de língua alemã, de modo especial os queridos jovens que se encontram aqui acompanhados do Cardeal Meisner, Arcebispo de Colónia, e que entregam aos seus amigos australianos a Cruz e o Ícone da Jornada Mundial da Juventude. Estes dois símbolos da Jornada Mundial devem deixar no seu caminho através dos países e Continentes um vestígio de graça para ajudar o maior número possível de pessoas a encontrar o sentido da sua vida. A todos vós o Espírito Santo conceda e preserve uma fé firme e viva; vos dê a alegria de testemunhar o amor de Cristo a todos. O Senhor vos abençoe!

A vós, queridos jovens de língua francesa, dirijo a minha cordial saudação! Que a Cruz de Jesus, sinal do amor de Deus pela humanidade, vos acompanhe em toda a vossa vida. Ela seja o símbolo da esperança que vos anima e da fé que vos faz progredir, com a ajuda de Maria, pelos caminhos da conversão do coração! Desejo a todos uma Boa Semana Santa!

Saúdo os peregrinos de língua espanhola, particularmente os jovens. Que a Cruz da Jornada Mundial da Juventude seja sempre sinal do amor de Cristo pela humanidade. Levai-a nos vossos corações e mostrai-a a todos, especialmente aos vossos companheiros, como instrumento de salvação. Que a Virgem Maria vos acompanhe neste caminho de conversão e de esperança.
Saúdo com grande afecto os jovens de língua portuguesa aqui presentes. Convido-vos a todos a aclamar Cristo, luz e vida dos homens e a escutar com viva admiração as suas palavras de paz e de reconciliação:  "Tende confiança, eu venci o mundo". Até Sidney, se Deus quiser!

Saúdo cordialmente os polacos aqui presentes, em particular a juventude. Daqui a pouco, os jovens alemães entregarão aos seus coetâneos australianos, a Cruz das Jornadas Mundiais da Juventude e o Ícone da Virgem Maria, símbolos de fé e de paz entre os povos. Que a Cruz de Cristo transforme a vossa vida e que Nossa Senhora, à qual vos confio, vos acompanhe sempre.
Deus vos abençoe!


Irmãos e irmãs de língua italiana, no bonito cenário das oliveiras, que vemos aqui, oferecidas pela Região da Apúlia, rezamos com fé ao Senhor para que esta Cruz e este Ícone sejam instrumentos de paz e de reconciliação entre as pessoas e os povos, e invocamos a intercessão da Virgem Maria para a nova peregrinação que hoje começa, para que seja rica de frutos.

 

© Copyright 2006 - Libreria Editrice Vaticana

 

top