The Holy See
back up
Search
riga

XXIII JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

PAPA BENTO XVI

ANGELUS

Praça de São Pedro
Domingo de Ramos, 16 de Março de 2008

No final desta solene Celebração, durante a qual meditamos sobre a Paixão de Cristo, desejo recordar o saudoso Arcebispo de Mossul dos Caldeus, D. Paulos Faraj Rahho, que faleceu tragicamente há poucos dias. O seu testemunho de fidelidade a Cristo, à Igreja e ao seu povo, que apesar das numerosas ameaças não quisera abandonar, leva-me a elevar um forte e premente brado: basta com os massacres, com as violências, com o ódio no Iraque! E ao mesmo tempo, elevo um apelo ao Povo iraquiano, que há cinco anos sofre as consequências de uma guerra que causou a desordem da sua vida civil e social: amado Povo iraquiano, levanta a tua cabeça e sê tu mesmo, em primeiro lugar, reconstrutor da tua vida nacional! Sejam a reconciliação, o perdão, a justiça e o respeito da convivência civil entre tribos, etnias, grupos religiosos, o caminho solidário para a paz em nome de Deus!

E agora, queridos irmãos e irmãs, renovo a todos vós a minha cordial saudação. Dirijo-a de modo especial aos jovens, que vieram de muitos países do mundo por ocasião da Jornada da Juventude, que o amado Servo de Deus João Paulo II quis relacionar com o Domingo de Ramos. O meu pensamento dirige-se neste momento para Sydney, na Austrália, onde fervem os preparativos para o grande encontro que terei nessa cidade com os jovens de todo o mundo de 15 a 20 de Julho próximo. Agradeço à Conferência Episcopal australiana, em particular ao Cardeal Pell, Arcebispo de Sydney, e aos seus colaboradores, todo o trabalho que estão a realizar com tanto empenho; estou grato também às Autoridades australianas, quer federais quer estatais, pelo generoso apoio oferecido a esta importante iniciativa. Ver-nos-emos em Sydney!

© Copyright 2008 - Libreria Editrice Vaticana

top