The Holy See
back up
Search
riga

PAPA BENTO XVI

ANGELUS

Praça de São Pedro
III Domingo de Advento, 14 de Dezembro de 2008

 

Queridos irmãos e irmãs!

Este domingo, o terceiro do tempo do Advento, é chamado "Domingo gaudete", "alegrai-vos", porque a antífona de entrada da Santa Missa retoma uma expressão de São Paulo na Carta aos Filipenses que diz assim:  "Alegrai-vos sempre no Senhor! Repito-vos:  alegrai-vos"! E acrescenta imediatamente a motivação:  "O Senhor está próximo!" (Fl 4, 4-5). Eis a razão da alegria. Mas o que significa "o Senhor está próximo"? Em que sentido temos que entender esta "proximidade" de Deus? O apóstolo Paulo, escrevendo aos cristãos de Filipos, pensa evidentemente na vinda de Cristo, e convida-os a alegrar-se porque ela é uma certeza. Contudo, o próprio São Paulo, na sua Carta aos Tessalonicenses, adverte que ninguém pode conhecer o momento da vinda do Senhor (cf. 1 Ts 5, 1-2) e admoesta contra qualquer alarmismo, como se a vinda de Cristo fosse iminente (cf. 2 Ts 2, 1-2). Assim, já então, a Igreja, iluminada pelo Espírito Santo, compreendia sempre melhor que a "proximidade" de Deus não é uma questão de espaço nem de tempo, mas uma questão de amor:  o amor avizinha! O próximo Natal recordar-nos-á esta verdade fundamental da nossa fé e, diante do Presépio, poderemos saborear a alegria cristã, contemplando no recém-nascido Jesus o rosto de Deus que por amor se fez próximo de nós.

Nesta luz, é para mim um verdadeiro prazer renovar a bela tradição da bênção das imagens do Menino, as estatuetas do Menino Jesus para colocar no presépio. Dirijo-me em particular a vós, queridos jovens e moças de Roma, que viestes esta manhã com as vossas estatuetas, que agora abençoo. Convido-vos a unir-vos a mim seguindo atentamente esta oração: 

Deus, nosso Pai,
Tu que tanto amaste os homens
que nos enviaste o teu único Filho Jesus
nascido da Virgem Maria,
para nos salvar e reconduzir a ti.

Pedimos-te, que com a tua bênção
estas imagens de Jesus,
que está para vir até nós,
sejam, nas nossas casas,
sinal da tua presença e do teu amor.

Pai bom,
concede a tua bênção também a nós,
aos nossos pais, às nossas famílias e aos nossos amigos.

Abre o nosso coração,
para que saibamos receber
Jesus na alegria,
fazer sempre o que ele pede
e vê-lo em todos os que
precisam do nosso amor.

Isto te pedimos em nome de Jesus,
teu amado Filho, que vem para dar ao mundo a paz.

Ele vem e reina nos séculos dos séculos.
Amém.

E recitemos agora juntos a oração do Angelus Domini, invocando a intercessão de Maria para que Jesus, que ao nascer traz aos homens a bênção de Deus, seja acolhido com amor em todas as casas de Roma e do mundo.

 

© Copyright 2008 - Libreria Editrice Vaticana

 

top