The Holy See
back up
Search
riga

PAPA BENTO XVI

ANGELUS

Praça de São Pedro
Domingo, 18 de Outubro de 2009

[Vídeo]

 

Queridos irmãos e irmãs!

Hoje, terceiro domingo de Outubro, celebra-se o Dia missionário mundial, que constitui para cada comunidade eclesial e para cada cristão uma forte chamada ao compromisso de anunciar e testemunhar o Evangelho a todos, em particular a quantos ainda não o conhecem. Na Mensagem, que escrevi para esta ocasião, inspirei-me numa expressão do Livro do Apocalipse, que por sua vez faz eco a uma profecia de Isaías:  "As nações caminharão na Sua luz" (Ap 21, 24). A luz da qual se fala é a de Deus, revelada pelo Messias e reflectida no rosto da Igreja, representada como a nova Jerusalém, cidade maravilhosa na qual resplandece em plenitude a glória de Deus. É a luz do Evangelho, que orienta o caminho dos povos e os guia rumo à realização de uma grande família, na justiça e na paz, sob a paternidade do único Deus bom e misericordioso. A Igreja existe para anunciar esta mensagem de esperança à humanidade inteira, que no nosso tempo "conhece conquistas maravilhosas, mas parece ter perdido o sentido das realidades últimas e da própria existência" (João Paulo II, Enc. Redemptoris missio, 2).

No mês de Outubro, especialmente neste domingo, a Igreja universal realça a própria vocação missionária. Guiada pelo Espírito Santo, ela sabe que está chamada a prosseguir a obra do próprio Jesus anunciando o Evangelho do Reino de Deus, que "é justiça, paz e alegria no Espírito Santo" (Rm 14, 17). Este Reino já está presente no mundo como força de amor, de liberdade, de solidariedade, de respeito pela dignidade de cada homem, e a Comunidade eclesial sente a pressão no coração da urgência de trabalhar, para que a soberania de Cristo se realize plenamente. Todos os seus membros e articulações cooperam nesse projecto, segundo os diversos estados de vida e carismas. Neste Dia missionário mundial desejo recordar os missionários e as missionárias sacerdotes, religiosos, religiosas e leigos voluntários que consagram a sua existência para levar o Evangelho ao mundo, enfrentando também privações e dificuldades e por vezes até verdadeiras perseguições. Penso, entre outros, no Pe. Ruggero Ruvoletto, sacerdote fidei donum, recentemente assassinado no Brasil, no Pe. Michael Sinnott, religioso, raptado há poucos dias nas Filipinas. E como não pensar em quanto está a emergir do Sínodo dos Bispos para a África em termos de sacrifício extremo e de amor a Cristo e à sua Igreja? Agradeço às Pontifícias Obras Missionárias, o precioso serviço que prestam à animação e à formação missionária. Além disso, convido todos os cristãos a fazer um gesto de partilha material e espiritual para ajudar as jovens Igrejas dos países mais pobres.

Queridos amigos, hoje, 18 de Outubro, é também a festa de São Lucas Evangelista que, além do Evangelho, escreveu os Actos dos Apóstolos, para narrar a difusão da mensagem cristã até aos confins do mundo então conhecido. Invoquemos a sua intercessão, juntamente com a de São Francisco Xavier e de Santa Teresa do Menino Jesus, padroeiros das missões, e da Virgem Maria, para que a Igreja possa continuar a difundir a luz de Cristo entre todos os povos. Além disso, peço-vos que rezeis pela Assembeia especial para a África do Sínodo dos Bispos, que nestas semanas está a decorrer aqui, no Vaticano.

 

© Copyright 2009 - Libreria Editrice Vaticana

 

top