The Holy See
back up
Search
riga

VISITA PASTORAL A BRÉSCIA E CONCESIO

PAPA BENTO XVI

ANGELUS

Praça Paulo VI - Bréscia
Domingo, 8 de Novembro de 2009

(Video)

 

 

No final desta solene celebração, agradeço cordialmente a quantos se ocuparam da animação litúrgica e a todos os que, de diversos modos, colaboraram para a preparação e realização da minha visita pastoral aqui a Bréscia. Obrigado a todos!

Saúdo também quantos nos seguem mediante a rádio e a televisão, assim como da Praça de São Pedro, de modo especial os numerosos voluntários da União Nacional "Pro Loco" da Itália. Nesta hora do Angelus desejo recordar a profunda devoção que o Servo de Deus João Baptista Montini nutria pela Virgem Maria. Ele celebrou a sua Primeira Missa no Santuário de Santa Maria das Graças, coração mariano da vossa cidade, não muito distante desta Praça. Deste modo, colocou o seu sacerdócio sob a materna protecção da Mãe de Jesus, e este vínculo acompanhou-o toda a vida.

À medida que as suas responsabilidades eclesiais aumentavam, ele ia de facto amadurecendo uma visão cada vez mais ampla e orgânica da relação entre a Bem-Aventurada Virgem Maria e o mistério da Igreja. Nesta perspectiva, permanece memorável o Discurso de encerramento da 3ª Fase do Concílio Vaticano II, a 21 de Novembro de 1964. Naquela sessão foi promulgada a Constituição sobre a Igreja Lumen gentium, que são palavras de Paulo VI "tem como vértice e coroamento todo um capítulo dedicado a Nossa Senhora". O Papa fez notar que se tratava da mais ampla síntese de doutrina mariana, jamais elaborada por um Concílio Ecuménico, finalizada a "manifestar o rosto da santa Igreja, à qual Maria está intimamente ligada" (Enchiridion Vaticanum, Bolonha 1979, p. [185], nn. 300-302). Naquele contexto proclamou Maria Santíssima "Mãe da Igreja" (cf. ibid., n. 306), ressaltando, com profunda sensibilidade ecuménica, que "a devoção a Maria... é um meio essencialmente ordenado para orientar as almas para Cristo e assim uni-las ao Pai, no amor do Espírito Santo" (ibid., n. 315).

Fazendo eco às palavras de Paulo VI, também nós hoje rezamos:  Ó Virgem Maria, Mãe da Igreja, a Ti recomendamos esta Igreja bresciana e toda a população desta região. Recorda-te de todos os teus filhos; comprova junto de Deus as suas orações; conserva firme a sua fé; fortalece a sua esperança; aumenta a caridade. Ó clemente, ó piedosa, ó doce Virgem Maria (cf. ibid., nn. 317.320.325).

Angelus Domini…

 

© Copyright 2009 - Libreria Editrice Vaticana

 

top