The Holy See
back up
Search
riga

SOLENIDADE DA EPIFANIA DO SENHOR 

PAPA BENTO XVI

ANGELUS

Praça de São Pedro
Sexta-feira, 6 de Janeiro de 2012

(Vídeo)

 

Prezados irmãos e irmãs

Hoje, solenidade da Epifania do Senhor, ordenei na Basílica de São Pedro dois novos Bispos, e assim perdoai-me o atraso. Esta solenidade da Epifania é uma festa muito antiga, que tem a sua origem no Oriente cristão e põe em evidência o mistério da manifestação de Jesus Cristo a todos os povos, representados pelos Magos que vieram adorar o Rei dos judeus, recém-nascido em Belém, como narra o Evangelho de são Mateus (cf. 2, 1-12). Aquela «luz nova» que se acendeu na noite de Natal (cf. Prefácio de Natal I), hoje começa a resplandecer no mundo, como sugere a imagem da estrela, um sinal celeste que chamou a atenção dos Magos e que os orientou na sua viagem rumo à Judeia.

Todo o período do Natal e da Epifania é caracterizado pelo tema da luz, ligado também ao facto de que, no hemisfério norte, depois do solstício de Inverno, o dia recomeça a aumentar em relação à noite. Mas, para além da sua posição geográfica, para todos os povos vale a palavra de Cristo: «Eu sou a luz do mundo; quem me segue, não caminhará nas trevas, mas terá a luz da vida» (Jo 8, 12). Jesus é o sol que apareceu no horizonte da humanidade para iluminar a existência pessoal de cada um de nós e para nos orientar todos juntos rumo à meta da nossa peregrinação, rumo à terra da liberdade e da paz, onde viveremos para sempre em plena comunhão com Deus e entre nós.

O anúncio deste mistério de salvação foi confiado por Cristo à sua Igreja. «Ele — escreve são Paulo — foi revelado aos seus santos Apóstolos e Profetas, no Espírito: os gentios são admitidos à mesma herança, membros do mesmo Corpo e participantes da mesma promessa em Jesus Cristo, por meio do Evangelho» (Ef 3, 5-6). O convite que o profeta Isaías dirigia à cidade santa de Jerusalém pode ser aplicado à Igreja: «Levanta-te e resplandece, porque está a chegar a tua luz! A glória do Senhor amanhece sobre ti! Olha, as trevas cobrem a terra, e a escuridão os povos, mas sobre ti amanhecerá o Senhor. A sua glória vai aparecer sobre ti!» (Is 60, 1-2). É assim, como diz o Profeta: o mundo, com todos os seus recursos, não é capaz de dar à humanidade a luz para orientar o seu caminho. Vemos isto também nos nossos dias: a civilização ocidental parece ter perdido a orientação, navega à vista. Mas a Igreja, graças à Palavra de Deus, vê através destas trevas. Não possui soluções técnicas, mas mantém o olhar dirigido para a meta, e oferece a luz do Evangelho a todos os homens de boa vontade, de qualquer nação e cultura.

Esta é também a missão dos Representantes pontifícios junto dos Estados e Organizações internacionais. Precisamente hoje de manhã, como já disse, tive a alegria de conferir a Ordenação episcopal a dois novos Núncios Apostólicos. Confiemos à Virgem Maria o seu serviço e a obra evangelizadora de toda a Igreja.

 

* * *

ANÚNCIO DO CONSISTÓRIO
PARA A CRIAÇÃO DE NOVOS CARDEAIS

E agora, com grande alegria, anuncio que no próximo dia 18 realizarei um Consistório, no qual nomearei 22 novos Membros do Colégio Cardinalício.

Como se sabe, os Cardeais têm a tarefa de ajudar o Sucessor de Pedro no cumprimento do seu Ministério de confirmar os irmãos na fé e de ser princípio e fundamento da unidade e da comunhão da Igreja.

Eis os nomes dos novos Purpurados:

1. D. Fernando Filoni, Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos;

2. D. Manuel Monteiro de Castro, Penitenciário-Mor;

3. D. Santos Abril y Castelló, Arcipreste da Basílica Papal de Santa Maria Maior;

4. D. Antonio Maria Vegliò, Presidente do Pontifício Conselho para a Pastoral dos Migrantes e Itinerantes;

5. D. Giuseppe Bertello, Presidente da Pontifícia Comissão para o Estado da Cidade do Vaticano e Presidente do Governatorado do mesmo Estado;

6. D. Francesco Coccopalmerio, Presidente do Pontifício Conselho para os Textos Legislativos;

7. D. João Braz de Aviz, Prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica;

8. D. Edwin Frederik O'Brien, Pró-Grão-Mestre da Ordem Equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém;

9. D. Domenico Calcagno, Presidente da Administração do Património da Sé Apostólica;

10. D. Giuseppe Versaldi, Presidente da Prefeitura para os Assuntos Económicos da Santa Sé;

11. Sua Beatitude George Alencherry, Arcebispo-Mor de Ernakulam-Angamaly dos Sírio-Malabares (Índia);

12. D. Thomas Christopher Collins, Arcebispo de Toronto (Canadá);

13. D. Dominik Duka, Arcebispo de Praga (República Checa);

14. D. Willem Jacobus Eijk, Arcebispo de Utrecht (Países Baixos);

15. D. Giuseppe Betori, Arcebispo de Florença (Itália);

16. D. Timothy Michael Dolan, Arcebispo de Nova Iorque (Estados Unidos da América);

17. D. Rainer Maria Woelki, Arcebispo de Berlim (República Federal da Alemanha);

18. D. John Tong Hon, Bispo de Hong Kong (República Popular Chinesa).

Além disso, decidi elevar à dignidade cardinalícia um venerado Prelado, que desempenha o seu ministério de Pastor e Padre de uma Igreja, e três beneméritos Eclesiásticos, que se distinguiram pelo seu compromisso ao serviço da Igreja.

Eles são:

1. Sua Beatitude Lucian Mureşan, Arcebispo-Mor de Făgăraş e Alba Iulia dos Romenos (Roménia);

2. Mons. Julien Ries, Sacerdote da Diocese de Namur e Professor emérito de história das religiões na Universidade Católica de Lovaina;

3. Pe. Prosper Grech, O.S.A., Docente emérito de várias Universidades romanas e Consultor na Congregação para a Doutrina da Fé;

4. Pe. Karl Becker, S.J., Docente emérito da Pontifícia Universidade Gregoriana, durante muitos anos Consultor da Congregação para a Doutrina da Fé.

Os novos Cardeais provêm de várias partes do mundo, que ouvistes, e desempenham diversos ministérios ao serviço da Santa Sé ou em contacto directo com os fiéis, como Padres e Pastores de Igrejas particulares.

Gostaria de convidar todos a rezar pelos novos eleitos, pedindo a intercessão da Bem-Aventurada Virgem Maria, Mãe da Igreja, a fim de que saibam testemunhar sempre com coragem e dedicação o seu amor a Cristo e à sua Igreja.

Angelus Domini….

 

© Copyright 2012 - Libreria Editrice Vaticana

     

top