The Holy See
back up
Search
riga

MENSAGEM DO PAPA BENTO XVI
AO REV. JULIÁN CARRÓN POR OCASIÃO
DO PRIMEIRO ANIVERSÁRIO DA MORTE
 DE MONS. LUIGI GIUSSANI

 

Ao Reverendo Padre JULIÁN CARRÓN

Por ocasião do primeiro aniversário da morte do saudoso Mons. Luigi Giussani, pai e mestre de tantos jovens, aos quais indicou Cristo como o centro da sua existência, uno-me espiritualmente a Vossa Reverendíssima e a todo o Movimento Comunhão e Libertação a fim de agradecer ao Senhor o dom de tão zeloso sacerdote, apaixonado pelo homem, porque apaixonado por Cristo. Lembro com emoção a solene celebração do seu funeral na Catedral de Milão, que mais uma vez me permitiu constatar a estima e o apreço que ele, no decurso da sua fecunda existência, soube suscitar pela sua pessoa, o seu ensinamento e a sua obra apostólica.

Como pude realçar durante as exéquias, do querido Mons. Giussani surpreendia sobretudo a sólida fidelidade a Cristo e o esforço incessante para comunicar as riquezas da mensagem evangélica a cada categoria social. Cabe aos seus filhos espirituais a tarefa de continuar a caminhar sobre as suas pegadas, seguindo o seu ensinamento e permanecendo sempre em comunhão com os Bispos e as demais componentes eclesiais. Garanto a minha oração para esta finalidade, pedindo ao Senhor para que Comunhão e Libertação possa servir a causa do Evangelho na alegria, prosseguindo na obra iniciada pelo seu venerado fundador.

Com estes sentimentos e votos, nesta significativa data invoco copiosas efusões de graças e de confortos celestes sobre Vossa Reverendíssima, sucessor de Mons. Giussani, sobre os seus colaboradores e a inteira família espiritual, que tem o encargo de guiar, enquanto como sinal de particular afecto concedo a todos uma especial Bênção Apostólica, que estendo de bom grado aos familiares de Mons. Luigi Giussani e a quantos conservam viva a sua memória.

Vaticano, 2 de Fevereiro de 2006.

 

© Copyright 2006 - Libreria Editrice Vaticana

 

top