The Holy See
back up
Search
riga

CARTA DO PAPA BENTO XVI
AO CARDEAL EDMUND CASIMIR SZOKA
POR OCASIÃO DA DESPEDIDA DO CARGO DE PRESIDENTE
 DA PONTIFÍCIA COMISSÃO PARA O ESTADO
DA CIDADE DO VATICANO E DE PRESIDENTE
DO GOVERNATORATO DO ESTADO DA CIDADE DO VATICANO

 

Ao venerado Irmão Senhor Cardeal EDMUND CASIMIR SZOKA
Arcebispo de Detroit
Presidente da Pontifícia Comissão para o Estado da Cidade do Vaticano
e Presidente do Governatorato da Cidade do Vaticano

Em Setembro do ano de 2002, ao aproximar-se o cumprimento do seu 75º aniversário de nascimento, o Servo de Deus João Paulo II, pediu-lhe que prosseguisse no cargo de Presidente da Pontifícia Comissão para o Estado da Cidade do Vaticano e de Presidente do Governatorato do mesmo Estado da Cidade do Vaticano. Quando eu fui chamado pela vontade do Senhor para assumir a responsabilidade da guia de todo o Povo de Deus, como sucessor do Apóstolo Pedro, considerei oportuno não privar-me da sua apreciada colaboração, e por isto o confirmei nos mesmos cargos, que Vossa Eminência desempenhou até à presente data com generosa dedicação.

Hoje, 15 de Setembro, como já lhe comuniquei, venerado Irmão, a 24 de Junho passado, sucede-lhe nas mesmas funções D. Giovanni Lajolo, Arcebispo Titular de Cesariana, até agora Secretário para as Relações com os Estados da Secretaria de Estado.

Neste momento para si tão significativo, desejo expressar-lhe o meu sentido agradecimento pela fidelidade e competência com que Vossa Eminência trabalhou nas sucessivas funções pastorais que lhe foram confiadas pelos meus venerados Predecessores nos Estados Unidos da América e ao serviço da Igreja Universal. Em particular, apraz-me recordar o ministério por si desempenhado com zelo apostólico como Bispo de Gaylord no Michigan e em seguida, como Arcebispo de Detroit. Em Janeiro de 1990, o amado Pontífice João Paulo II chamou-o para Roma para que assumisse a responsabilidade de Presidente da Prefeitura dos Assuntos Económicos da Santa Sé e depois, em Outubro de 1997, a de Presidente da Pontifícia Comissão para o Estado da Cidade do Vaticano, à qual, em Fevereiro de 2001, foi unida a Presidência do Governatorato do mesmo Estado da Cidade do Vaticano. Nestes diferentes campos do ministério pastoral Vossa Eminência trabalhou com paixão e sem poupar energias. Tenho a certeza de que continuará no futuro, com igual disponibilidade, a trabalhar pela Igreja e pela Santa Sé. Por isto lhe estou grato, ao confirmar-lhe a minha estima e o meu afecto para que lhe sirvam de apoio e infundam no seu ânimo alegria e serenidade.

Confio a sua pessoa à protecção especial da Virgem Maria, Mãe da Igreja, e garanto-lhe uma particular recordação na minha oração, concedo-lhe de coração, como votos de abundantes recompensas divinas e em penhor da minha proximidade fraterna, a Bênção Apostólica, que de bom grado faço extensiva a todo o pessoal do Governatorato do Estado da Cidade do Vaticano e às pessoas que lhe são queridas.

Castel  Gandolfo,  15  de  Setembro de 2006, segundo ano do meu Pontificado.

PAPA BENTO XVI

 

© Copyright 2006 - Libreria Editrice Vaticana

 

top