The Holy See
back up
Search
riga

VIDEOMENSAGEM DO PAPA BENTO XVI
 NA CONCLUSÃO DO ANO JUBILAR
DA ARQUIDIOCESE ITALIANA DA CAMPÂNIA

Sexta-feira, 16 de Dezembro de 2011

 

Amados irmãos e irmãs
da Arquidiocese de Nápoles

Saúdo-vos a todos com grande afecto, e sinto-me feliz por me unir espiritualmente à solene celebração de encerramento do vosso Jubileu, que constituiu para toda a Comunidade diocesana um tempo forte de esperança e uma oportunidade de nova evangelização. Saúdo antes de tudo o vosso Arcebispo, o querido Cardeal Crescenzio Sepe, os sacerdotes, os diáconos, os religiosos e as religiosas, os catequistas e os demais agentes pastorais, com um pensamento especial às famílias, aos jovens e aos doentes. Alegro-me profundamente com todos vós, porque o caminho que percorrestes nestes meses viu a jubilosa participação e o comprometimento cordial da Comunidade eclesial, assim como da civil e de tantas pessoas de boa vontade. Tomei conhecimento com prazer de que muitos ofereceram a sua generosa contribuição para o crescimento espiritual, moral e cultural da vossa Cidade e da Diocese!

Com efeito, este especial ano jubilar foi para a Igreja que está em Nápoles um tempo de imersão no mistério de Deus, e por isso um ano de graça. Pode-se compará-lo com um «baptismo», porque, num certo sentido, o Jubileu abriu o céu sobre vós e fez descer sobre a vossa vida e sobre a vossa comunidade a força do Espírito Santo, de maneira análoga a quando desceu sobre os discípulos no cenáculo, no Pentecostes. Foi precisamente o Espírito Santo que embelezou os significativos e diversos momentos do vosso Jubileu, e suscitou em vós propósitos santos, projectos generosos, e sobretudo um renovado desejo de inflamar a vossa Cidade com o fogo do Evangelho.

Sim, queridos amigos de Nápoles, o céu por cima de vós! E vós podeis caminhar com renovado entusiasmo e enfrentar com a força da fé, da esperança e da caridade os numerosos e difíceis problemas que se encontram na vida quotidiana. Assim como os Apóstolos, depois do Pentecostes, começaram a anunciar com coragem a Boa Nova, também vós, depois deste Jubileu, renovai a esperança, deixai-vos guiar pela força do Espírito Santo e colaborai com renovado impulso na missão da Igreja. Cada um fazendo frutificar os dons recebidos, pondo-os ao serviço dos outros e da edificação de toda a comunidade, sem individualismos nem rivalidades, mas em espírito de humildade sincera e em fraternidade jubilosa. Tende sempre, como já fazeis, especial atenção pelos irmãos mais pequeninos e frágeis, pelos mais pobres e prejudicados.

A Bem-Aventurada Virgem do Carmo, protectora da Cidade de Nápoles, e são Genaro, velem sobre vós, e vos ajudem a prosseguir com perseverança e fidelidade os compromissos assumidos neste Ano jubilar. Juntamente com a minha oração, acompanhe-vos sempre a Bênção Apostólica, que envio de coração a todos vós!

  

BENEDICTUS PP. XVI

 

© Copyright 2011 - Libreria Editrice Vaticana

 

top