The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA BENTO XVI
AOS ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS DE ROMA
 E DA REGIÃO DO LÁCIO

Quinta-feira, 15 de Dezembro de 2005

 

Venerados Irmãos
Ilustres Autoridades Académicas
Estimados estudantes

É com grande alegria que transmito a todos vós a minha cordial saudação, no final da tradicional Celebração eucarística pré-natalícia para os universitários dos Ateneus romanos, que era tão apreciada pelo meu amado Predecessor João Paulo II. Em primeiro lugar, saúdo o Cardeal Vigário, que presidiu à Santa Missa, e juntamente com ele saúdo os outros eclesiásticos presentes.

Estou grato a cada um de vós, queridos amigos, por terdes acolhido o convite a participar neste encontro e, em particular, expresso o meu reconhecimento ao Ministro da Educação, da Universidade e da Pesquisa, assim como aos Reitores dos Ateneus de Roma e da Itália, aos Directores dos Conservatórios universitários e às delegações de estudantes provenientes de alguns países da Europa e da África. Além disso, é-me grato acolher nesta circunstância também os participantes no Congresso mundial de pastoral para os estudantes estrangeiros, organizado pelo Pontifício Conselho para a Pastoral dos Migrantes e Itinerantes. Dirijo a todos uma afectuosa palavra de boas-vindas.

É de bom grado que aproveito esta ocasião para expressar a minha profunda satisfação pela crescente colaboração que se está a instaurar entre os vários Ateneus romanos. Queridos amigos, continuai a desenvolver em conjunto a reflexão sobre o novo humanismo, tendo em conta os grandes desafios da época contemporânea e procurando unir a fé e a cultura de maneira harmoniosa. Como é necessário, neste momento histórico, cultivar uma atenta investigação cultural e espiritual! Além disso, tomei conhecimento com prazer que as cinco Faculdades de Medicina da Cidade concordaram em comprometer-se nalguns campos de colaboração sobre os temas da vida.

Depois, a nível mais especificamente pastoral, apreciei a opção de aprofundar o tema da fé, com um caminho formativo que empenhe tanto os estudantes como os professores. Dilectos jovens, que aqui vejo em grande número, formulo-vos votos a fim de que realizeis com alegria o vosso itinerário de formação cristã, unindo-o ao esforço quotidiano de aprofundamento do saber, que é próprio dos respectivos percursos académicos. É necessário voltar a descobrir a beleza de ter Cristo como Mestre de vida e assim conseguir renovar a própria profissão de fé de modo livre e consciente.

Agora, gostaria de dirigir a minha atenção aos estudantes estrangeiros. A sua presença constitui um fenómeno crescente e representa para a Igreja um importante campo de acção pastoral. Com efeito, os jovens que deixam o seu país por motivos de estudo vão ao encontro de não poucos problemas e sobretudo do risco de uma crise de identidade, de uma perda dos valores espirituais e morais. Por outro lado, a possibilidade de estudar no estrangeiro é para muitos jovens uma oportunidade para se tornarem capazes de contribuir em maior medida para o desenvolvimento dos seus próprios países, e também de participar de maneira concreta na missão da Igreja. É importante continuar pelo caminho empreendido, para ir ao encontro das necessidades destes nossos irmãos e irmãs.

Estimados amigos universitários, estamos próximos da grande e sugestiva celebração do Santo Natal. O clima típico desta festa convida-nos à intimidade e à alegria. Enquanto desejo, a quem tem a possibilidade, que transcorra as festividades de Natal com grande serenidade em família, convido-vos a viver a plenitude da mensagem espiritual, que esta solenidade volta a propor-nos.

Deus fez-se Homem e colocou a sua morada no meio de nós. Preparemos o nosso coração para receber Aquele que vem para nos salvar com a entrega da sua vida, que se faz um de nós e que se torna próximo de nós, fazendo-se nosso irmão. Que nesta expectativa sejais orientados por Maria Santíssima, Sedes Sapientiae. O seu Ícone, que está a visitar várias nações, passa agora da delegação da Polónia para a da Bulgária, em vista de continuar nesse país a sua peregrinatio pelas cidades universitárias. Que Ela, a Virgem fiel, a Mãe de Cristo, obtenha para cada um de vós e para os vossos ambientes académicos, a luz da Sabedoria divina, Cristo Senhor. Feliz Natal a todos!

 

© Copyright 2005 - Libreria Editrice Vaticana

 

top