The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA BENTO XVI
À PEREGRINAÇÃO DA ÁUSTRIA
PARA AGRADECER O DOM DA ÁRVORE DE NATAL

Sábado, 17 de Dezembro de 2005

 

Queridos amigos

Sede bem-vindos! Sinto-me feliz por vos receber com grande amizade, por ocasião da apresentação do pinheiro colocado na Praça de São Pedro, que provém dos bosques de Eferding, na Alta Áustria. Dirijo a cada um de vós a minha cordial saudação, começando pelo Presidente da Alta Áustria, Dr. Püringher, a quem agradeço as amáveis palavras que há pouco me dirigiu em nome dos presentes. Além disso, saúdo as Autoridades civis da Região, com um pensamento particular aos Administradores do Município de Eferding. Saúdo depois com afecto fraterno o Bispo de Linz, D. Ludwig Schwartz, e o Bispo Emérito, D. Maximilian Aichern. Dirijo uma sentida saudação aos membros do coro e da capela ("Stadtkapelle") de Eferding, assim como ao grupo folclórico feminino "Goldhaubenfrauen".

Hoje à tarde, no final da cerimónia de entrega oficial, serão acesas as luzes que embelezam a árvore de Natal. Este pinheiro majestoso permanecerá ao lado do Presépio até ao final das festas de Natal, e será admirado pelos numerosos peregrinos que vêm ao Vaticano de todas as partes do mundo. Obrigado, queridos amigos, por esta grande árvore e pelas outras menores, que irão ornamentar o Palácio Apostólico e os vários ambientes do Vaticano. Com estes vossos dons, tão apreciados, quisestes manifestar a vossa proximidade espiritual e a amizade que há muito tempo liga a Áustria à Santa Sé, em continuidade com a nobre tradição cristã, que fecundou com os seus valores espirituais a cultura, a literatura e a arte da vossa Nação e de toda a Europa. Desejo garantir-vos que o Papa está próximo de vós e acompanha o caminho das comunidades cristãs e de todo o povo da Áustria com a sua oração.

Além disso, esta ocasião oferece-me também a oportunidade para desejar de coração a todos vós aqui presentes que transcorrais com serenidade o Natal do Senhor. Faço estes votos extensivos aos vossos concidadãos que permaneceram na Pátria e aos habitantes da vossa Região, que por vários motivos se encontram a viver fora do País. No Natal ressoa em todas as partes do planeta a boa notícia do anúncio do nascimento do Redentor: o Messias esperado fez-se homem e veio entre nós. Com a sua luminosa presença, Jesus dissipou as trevas do erro e do pecado, e trouxe à humanidade a alegria da resplandecente luz divina, da qual a árvore de Natal é sinal e chamada.

Desejo que acolhais no vosso coração o dom da sua alegria, da sua paz e do seu amor. Crer em Cristo significa deixar-se envolver pela luz da sua verdade, que dá pleno significado, valor e sentido à nossa existência, porque ao revelar-nos o mistério do Pai e do seu amor Ele revela também plenamente o homem a si mesmo e manifesta-lhe a sua excelsa vocação (cf.Gaudium et spes, 22).

Formulo-vos de coração os mais ardentes votos de Natal, e peço-vos que os transmitais às vossas famílias e a todos os vossos compatriotas. Garanto-vos a minha oração por vós e pelos vossos entes queridos e a todos vós concedo de bom grado uma especial Bênção.

 

© Copyright 2005 - Libreria Editrice Vaticana

top