The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA BENTO XVI
A UMA DELEGAÇÃO DO INSTITUTO
PARA OS DIREITOS DO HOMEM DE AUSCHWITZ

 Domingo, 16 de Outubro de 2005

 

Senhoras e Senhores

Saúdo-vos cordialmente e sinto-me feliz por receber hoje os membros do Auschwitzer Menschenrechts-Institut, dirigido pelo Cardeal Macharski. Sinto-me feliz de modo particular por poder distinguir com o Prémio João Paulo II para os direitos do homem D. Václav Mály e o Professor Stefan Wilkanowicz.

Este prémio, que é conferido a personalidades excepcionais, que se comprometem em diversas partes do mundo pelos direitos do homem, pretende contribuir para chamar a atenção sobre todas estas situações nas quais a dignidade do homem é violada e reinam a violência e a subjugação. Este apelo adquire tanta mais força quanto mais se eleva de uma cidade que teve que viver o terror e o sofrimento de milhões de vítimas inocentes do ódio.

O meu amado predecessor, o Papa João Paulo II, jamais se cansou de condenar com veemência as injustiças, a desigualdade e as necessidades materiais e morais suportadas pelas pessoas individualmente e por inteiros povos. Por este motivo o prémio tem o seu nome.

Saúdo-vos cordialmente. Sinceras congratulações aos premiados. A todos abençoo de coração.

 

© Copyright 2005 - Libreria Editrice Vaticana

 

top