The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA BENTO XVI
AOS PARTICIPANTES NO ENCONTRO
INTERNACIONAL "UNIV 2006"

Segunda-feira, 10 de Abril de 2006

Queridos amigos!

Apresento uma cordial saudação a todos vós que, prosseguindo uma tradição que já dura há anos, viestes a Roma para viver a Semana Santa e para participar no encontro internacional UNIV. Vós pertenceis, como se pode ver, a numerosos Países e interessais-vos com assiduidade pelas actividades de formação cristã que a Prelazia do Opus Dei promove nas vossas cidades. Sede bem-vindos a este encontro e obrigado pela vossa visita. Saúdo, em particular, o vosso Prelado, D. Javier Echevarría Rodríguez, assim como o vosso jovem representante, expressando-lhes gratidão pelos sentimentos manifestados em nome de todos.

A vossa presença em Roma, coração do mundo cristão, dá-vos a ocasião, durante a Semana Santa, de viver intensamente o mistério pascal. Permite-vos, sobretudo, encontrar-vos com Cristo mais profundamente, sobretudo através da contemplação da sua paixão, morte e ressurreição. É Ele que, como escrevi na Mensagem para a XXI Jornada Mundial da Juventude, orienta os vossos passos, os vossos estudos universitários e as vossas amizades, nos vai-vém da vida quotidiana. Também para cada um de vós, como aconteceu com os Apóstolos, o encontro pessoal com o Mestre divino que vos chama amigos (cf. Jo 15, 15) pode ser o início de uma aventura extraordinária: tornar-vos apóstolos entre os vossos coetâneos, para os levar a fazer a vossa mesma experiência de amizade com o Deus que se fez Homem. Fazer a vossa mesma experiência com Deus feito Homem, com Deus que se fez meu amigo. Nunca vos esqueçais, queridos jovens, que do encontro e da amizade com Jesus depende, no fim de contas, a vossa e a nossa felicidade.

É de grande interesse o tema que estais a aprofundar no vosso Congresso, isto é, a cultura e os meios de comunicação social. Infelizmente verificamos que nem sempre neste nosso tempo as novas tecnologias e os mass media favorecem os relacionamentos pessoais, o diálogo sincero, a amizade entre as pessoas; nem sempre ajudam a cultivar a interioridade do relacionamento com Deus. Sei bem que para vós a amizade e os contactos com os outros, sobretudo com os vossos coetâneos, representam uma parte importante da vida quotidiana. É necessário que considereis Jesus como um dos vossos amigos mais queridos, antes, como o primeiro. Então vereis como a amizade com Ele vos conduzirá a abrir-vos aos outros, que considerareis como irmãos, estabelecendo com todos um relacionamento de amizade sincera. Jesus Cristo, de facto, é precisamente "o amor encarnado de Deus" (cf. Deus caritas est, 12), e só n'Ele é possível encontrar a força para oferecer aos irmãos afecto humano e caridade sobrenatural, num espírito de serviço que se manifesta sobretudo na compreensão. É positivo ver que se é compreendido pelo outro e começar a compreender o outro.

Queridos jovens, permiti que vos repita quanto disse aos vossos coetâneos reunidos em Colónia em Agosto do ano passado: quem descobriu Cristo não pode deixar de conduzir também os outros para Ele, dado que uma grande alegria nunca se deve conservar só para si, mas deve ser comunicada. É para esta tarefa que o Senhor vos chama; é este o "apostolado de amizade", que São Josemaría, Fundador do Opus Dei, descreve como "amizade "pessoal", abnegada, sincera: directamente, de coração a coração" (Sulco, n. 191). Cada cristão está convidado a ser amigo de Deus e, com a sua graça, a atrair para Ele os próprios amigos. O amor apostólico torna-se deste modo uma autêntica paixão que se expressa em comunicar aos outros a felicidade que se encontrou em Jesus. É ainda São Josemaría quem vos recorda algumas palavras-chave deste vosso itinerário espiritual: "Comunhão, união, comunicação, confidência: Palavra, Pão, Amor" (Caminho, n. 535), as grandes palavras que exprimem os pontos essenciais do nosso caminho. Se cultivardes a amizade com Jesus, se fordes assíduos na prática dos Sacramentos, e especialmente dos sacramentos da Penitência e da Eucaristia, sereis capazes de vos tornardes a "nova geração de apóstolos, radicados na palavra de Cristo, capazes de responder aos desafios do nosso tempo e dispostos a difundir em toda a parte o Evangelho" (Mensagem para a XXI Jornada Mundial da Juventude).

Ajude-vos a Virgem Santa a dizer sempre o vosso "sim" ao Senhor que vos chama a segui-lo, e interceda por vós São Josemaría. Desejando-vos que transcorrais a Semana Santa na oração e na reflexão, em contacto com tantos vestígios de fé cristã presentes em Roma, com afecto vos abençoo a vós, a quantos se ocupam da vossa formação e a todas as pessoas que vos são queridas.

© Copyright 2006 - Libreria Editrice Vaticana

top