The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA BENTO XVI
ÀS COMUNIDADES DE CASTEL GANDOLFO

Sábado, 30 de Setembro de 2006

Queridos irmãos e irmãs

Está a terminar a minha estadia na residência de Verão de Castel Gandolfo mas, antes de regressar ao Vaticano, desejo agradecer cordialmente a quantos contribuíram de várias maneiras para tornar profícua e serena a minha permanência. Por conseguinte, é com alegria que hoje encontro todos vós e a cada um apresento a minha grata saudação. Antes de mais, saúdo o Bispo de Albano, D. Marcello Semeraro, agradecendo-lhe a atenção que me dedica sempre. Saúdo o Pároco de Castel Gandolfo e a Comunidade paroquial. Dirijo uma afectuosa saudação aos Jesuítas do Observatório Vaticano e às Comunidades religiosas e laicais, masculinas e femininas, presentes em Castel Gandolfo. Nestes meses senti a vossa proximidade espiritual e agradeço-vos de coração, desejando a todos vós que correspondais com renovada generosidade à chamada de Deus, destinando as próprias energias ao serviço do Evangelho.

Depois, o meu deferente pensamento vai ao Senhor Presidente da Câmara Municipal, à Administração e à Câmara Municipal. Por intermédio dele desejo estender a minha saudação a toda a população de Castel Gandolfo, que de muitos modos me mostra a sua atenção, e a quantos transcorrem os meses de Verão junto comigo. Além disso, são muito conhecidas a cortesia e a hospitalidade dos Castelanos para com os numerosos peregrinos e visitantes que vêm visitar o Papa, especialmente no encontro dominical do Angelus.

Dirijo com agradecido apreço uma afectuosa saudação ao pessoal médico e aos agentes dos vários Serviços do Governatorato que, certamente com não poucos sacrifícios, garantiram a sua presença e os seus competentes serviços. Com estima saúdo os funcionários e os agentes das Forças da Ordem italianas que, colaborando validamente com a Gendarmaria Vaticana e a Guarda Suíça Pontifícia, puderam garantir uma tranquila e segura permanência a mim e aos meus colaboradores, assim como um ordenado acesso dos visitantes e dos peregrinos ao Palácio Apostólico. E não posso esquecer os oficiais e os soldados da aviação do 31º Esquadrão da Aeronáutica Militar, que gentilmente garantem os meus deslocamentos de helicóptero. A todos e a cada um vai o agradecimento mais sincero, que confirmo com a garantia de uma lembrança constante na oração por cada um de vós, queridos amigos, pelos vossos familiares e pelas pessoas a vós queridas.

Neste dia de sábado, dedicado a Nossa Senhora, invoco sobre cada um a sua materna protecção, enquanto vos agradeço mais uma vez a vossa oração, formulando para todos, pelo vosso trabalho e projectos, sinceros votos de todo o bem desejado. Com esses votos, de coração concedo a Bênção Apostólica, penhor de abundantes favores celestiais, a vós e às pessoas que vos são queridas.

 

© Copyright 2006 - Libreria Editrice Vaticana

top