The Holy See
back up
Search
riga

CONSISTÓRIO ORDINÁRIO PÚBLICO
PARA A CRIAÇÃO DOS NOVOS CARDEAIS

DISCURSO DO PAPA BENTO XVI
AOS NOVOS CARDEAIS, COM OS FAMILIARES
 E OS FIÉIS VINDOS PARA O CONSISTÓRIO

Sala Paulo VI
Segunda-feira, 26 de Novembro de 2007

 

Senhores Cardeais
Queridos Irmãos
no Episcopado e no Sacerdócio
Estimados amigos

Este nosso encontro prolonga o clima de oração e de comunhão, que vivemos nestes dias de festa para a criação de 23 novos Cardeais. O Consistório e a Celebração eucarística de ontem, solenidade de Cristo-Rei, ofereceram-nos uma ocasião singular para experimentar a catolicidade da Igreja, bem representada pela diversificada proveniência dos membros do Colégio Cardinalício, reunidos em íntima comunhão ao redor do Sucessor de Pedro. Portanto, estou feliz por dirigir mais uma vez a minha cordial saudação a estes neopurpurados e, juntamente com eles, saúdo todos vós, familiares e amigos, vindos para os homenagear num momento tão importante da sua existência.
Itália

Saúdo-vos em primeiro lugar a vós, queridos Cardeais italianos. Saúdo-o Senhor Cardeal Giovanni Lajolo, Presidente da Pontifícia Comissão e do Governatorado do Estado da Cidade do Vaticano; saúdo-o, Senhor Cardeal Angelo Comastri, Arcipreste da Basílica Vaticana, meu Vigário-Geral para a Cidade do Vaticano e Presidente da Fábrica de São Pedro; saúdo-o, Senhor Cardeal Raffaele Farina, Arquivista e Biliotecário da Santa Igreja Romana; saúdo-o, Senhor Cardeal Angelo Bagnasco, Arcebispo Metropolitano de Génova e Presidente da Conferência Episcopal Italiana; saúdo-o, Senhor Cardeal Giovanni Coppa, ex-Núncio Apostólico na República Checa; saúdo-o, Senhor Cardeal Umberto Betti, ex-Reitor da Pontifícia Universidade Lateranense. Venerados e prezados Irmãos, muitos amigos que estão ligados a vós de várias formas, encontram-se ao vosso lado nesta circunstância solene e ao mesmo tempo familiar. Exorto cada um deles a jamais permitir que vos faltem a amizade, a estima e a oração, ajudando-vos deste modo a continuar a servir fielmente a Igreja e a oferecer, nas várias tarefas e ministérios que a Providência vos confia, um testemunho de amor a Cristo cada vez mais generoso.

França e Senegal

Sinto-me feliz por saudar os novos membros do Colégio Cardinalício:  o Arcebispo de Paris, Cardeal André Vingt-Trois; e o Arcebispo de Dacar, Cardeal Théodore-Adrien Sarr, assim como os seus parentes e diocesanos, que quiseram acompanhá-los nesta feliz circunstância. As cerimónias que tivemos a oportunidade de viver durante estes últimos dois dias confirmem a vossa fé e o vosso amor a Cristo e à Igreja. Convido-vos também a ajudar os vossos Pastores e a acompanhá-los com a vossa oração, a fim de que eles orientem sempre com atenção o povo que lhes foi confiado. Não esqueçamos também de pedir a Cristo que os jovens aceitem comprometer-se no caminho do sacerdócio.

Estados Unidos, Irlanda Índia, Quénia e Iraque

Faço extensiva a minha cordial saudação aos Prelados de língua inglesa, que tive a alegria de elevar à dignidade cardinalícia no Consistório de sábado passado. O Cardeal John Patrick Foley, Grão-Mestre dos Cavaleiros da Ordem Equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém; o Cardeal Sean Baptist Brady, Arcebispo de Armagh (Irlanda); o Cardeal Oswald Gracias, Arcebispo de Bombaim (Índia); o Cardeal Daniel DiNardo, Arcebispo de Galveston-Houston (EUA); o Cardeal John Njue, Arcebispo de Nairobi (Quénia); o Cardeal Emmanuel III Delly, Patriarca de Babilónia dos Caldeus. É-me grato ter também esta oportunidade para dar as boas-vindas aos seus familiares e amigos, assim como a todos os fiéis que os acompanharam a Roma. Ao Colégio Cardinalício, cuja origem está vinculada ao antigo clero da Igreja romana, compete a tarefa de eleger o Sucessor de Pedro e de o aconselhar nas questões de maior importância. Quer nos departamentos da Cúria Romana, quer no seu ministério nas Igrejas locais espalhadas pelo mundo inteiro, os Cardeais são chamados a participar de maneira especial na solicitude do Papa pela Igreja universal. Tradicionalmente, a cor viva das suas vestes é considerada como um sinal do seu compromisso na defesa do rebanho de Cristo até ao derramamento do próprio sangue. No momento em que os Cardeais aceitam o fardo deste ofício, estou persuadido de que serão assistidos pelas vossas orações constantes e pela vossa colaboração nos seus esforços em vista de edificar o Corpo de Cristo na unidade, na santidade e na paz.

Alemanha

Dirijo uma cordial saudação ao Cardeal Paul Josef Cordes, à sua família, aos seus amigos e hóspedes provenientes da Alemanha, bem como aos fiéis da sua Arquidiocese de Paderborn, da qual foi também Pastor. Juntamente convosco, agradeço ao nosso novo Cardeal o serviço precioso que desempenha há muitos anos como Presidente do Pontifício Conselho "Cor Unum" em nome do Sucessor de Pedro. Continuai a acompanhá-lo com as vossas orações e a ajudá-lo na sua importante tarefa de solicitude concreta pelo serviço amoroso do Papa aos pobres e aos necessitados. O Senhor conceda a todos vós a sua Graça!

Argentina, Espanha e México

Saúdo cordialmente os novos Cardeais de língua espanhola, acompanhados dos seus familiares e de muitos Bispos, sacerdotes, religiosos e leigos vindos da Argentina, Espanha e México. A Argentina exulta de alegria pelo Cardeal Leonardo Sandri que, depois do seu serviço à Santa Sé como Substituto da Secretaria de Estado, agora preside à Congregação para as Igrejas Orientais; e também pelo Cardeal Estanislao Esteban Karlic, Arcebispo Emérito de Paraná, que durante muitos anos serviu solícita e abnegadamente essa comunidade eclesial. A Igreja que está na Espanha rejubila pelo Cardeal Agustín García-Gasco Vicente, Arcebispo de Valência, cidade que visitei no ano passado por ocasião do Dia Mundial da Família; pelo Cardeal Lluís Martínez Sistach, Arcebispo de Barcelona, que anteriormente já tinha desempenhado um ministério fecundo em Tortosa e Tarragona; e também pelo Cardeal Urbano Navarrete, ex-Reitor da Pontifícia Universidade Gregoriana, que consagrou a sua vida ao estudo e ao ensino do Direito Canónico. A Igreja que peregrina no México congratula-se pelo Cardeal Francisco Robles Ortega, Arcebispo de Monterrey, cuja dedicação pastoral constante se manifestou também em Toluca. Dirijamos o nosso pensamento à Virgem Maria, de quem os vossos povos são muito devotos, e ao mesmo tempo peçamos-lhe que  interceda  diante  do  seu  Filho divino em favor destes Cardeais, a fim de que Ela torne frutuoso o seu serviço à Igreja.

Brasil

Saúdo o Cardeal Odilo Pedro Scherer, os Senhores Bispos que quiseram acompanhá-lo juntamente com toda a sua família, amigos e hóspedes. A ocasião me é propícia para rememorar os dias da minha Viagem Pastoral deste ano em São Paulo, e para renovar meus agradecimentos pela acolhida de que fui objeto na sua Arquidiocese. Faço votos por que esta nomeação à Púrpura cardinalícia contribua para aprofundar o seu amor pela Igreja e para fortalecer a fé de seus fiéis em Jesus Cristo, nosso Salvador e Senhor!

Polónia

Saúdo o Cardeal Stanislaw Rylko e os seus hóspedes. Agradeço-lhe tudo aquilo que realiza em prol da participação dos leigos na vida da Igreja e desejo-lhe graças abundantes. Recomendo todos vós ao amor de Deus e abençoo-vos de coração.

Finalmente, venerados e dilectos novos Cardeais, reitero-vos a minha saudação fraternal e, enquanto vos asseguro a minha oração, peço-vos que me acompanheis sempre com a vossa considerável experiência humana e pastoral. E conto muito com o vosso apoio precioso, a fim de poder desempenhar da melhor forma o meu ministério ao serviço de todo o Povo de Deus. Tenho necessidade desta ajuda. E a vós, queridos irmãos e irmãs que os acompanhais com carinho, uma vez mais obrigado pela vossa participação nos vários ritos e momentos do Consistório. Continuai a rezar por eles e inclusivamente por mim, para que seja sempre sólida a comunhão dos Pastores com o Papa, de maneira a oferecer ao mundo inteiro o testemunho de uma Igreja fiel a Cristo e pronta a ir ao encontro com coragem profética das expectativas e exigências espirituais dos homens da nossa época. Regressando às vossas diversas dioceses, peço-vos a amabilidade de transmitir a todos a minha saudação, assim como a certeza da minha lembrança constante ao Senhor. Invoco sobre vós, queridos novos Cardeais, e sobre todos vós aqui presentes, a salvaguarda da celeste Mãe de Deus e dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo. Com estes sentimentos, concedo-vos de coração a minha Bênção.

 

© Copyright 2007 - Libreria Editrice Vaticana

 

top