The Holy See
back up
Search
riga

VISITA DO SANTO PADRE À EMBAIXADA DA ITÁLIA JUNTO DA SANTA SÉ

ENCONTRO DO PAPA BENTO XVI
COM OS FUNCIONÁRIOS DA EMBAIXADA
ACOMPANHADOS PELOS FAMILIARES

Sábado, 13 de Dezembro de 2008

Senhor Subsecretário da Presidência do Conselho
Prezados amigos

Nesta minha breve visita à Embaixada da Itália, o primeiro encontro realiza-se nesta bonita Capela recém-restaurada e renovada. E estou feliz por me encontrar, precisamente aqui, convosco que constituís a comunidade de vida e de trabalho desta Embaixada. Saúdo todos vós com afecto, juntamente com os vossos familiares. Dirijo uma saudação especial ao Senhor Subsecretário da Presidência do Conselho dos Ministros, que me transmitiu a saudação do Presidente do Conselho e me dirigiu calorosas boas-vindas, fazendo-se intérprete dos vossos sentimentos. Ele recordou que esta Capela, abençoada há poucos dias pelo Senhor Cardeal Secretário de Estado, é dedicada a um Santo, cujo nome está indissoluvelmente vinculado a este Palácio: São Carlos Borromeu. Ele, juntamente com o irmão Frederico, recebeu como dom esta habitação do seu tio, o Pontífice Pio IV com quem, nomeado Cardeal ainda muito jovem, colaborou no governo da Igreja universal. Foi precisamente depois da morte do irmão mais velho, que o jovem sobrinho do Pontífice começou um processo de amadurecimento espiritual, até chegar a uma profunda conversão, caracterizada por uma decidida opção de vida evangélica. Tornando-se Bispo, dedicou todo o seu desvelo à Arquidiocese de Milão. Da sua biografia sobressai com clareza o zelo com que cumpriu o seu ministério episcopal, promovendo a reforma da Igreja segundo o espírito do Concílio de Trento, cujos delineamentos pôs em prática de modo exemplar, manifestando uma proximidade constante às populações, especialmente durante os anos da peste, a ponto de ser chamado precisamente em virtude desta sua dedicação generosa "Anjo dos empestados". A vicissitude humana e espiritual de São Carlos Borromeu mostra como a graça divina pode transformar o coração do homem e torná-lo capaz de um amor aos irmãos impelido ao sacrifício de si.

Caros irmãos e irmãs, à protecção de São Carlos confio cada um de vós aqui presentes, juntamente com os vossos familiares, para que também vós possais cumprir a missão que Deus vos confia ao serviço do próximo, em conformidade com as vossas diferentes funções. Enfim, aproveito esta ocasião para vos desejar um feliz e santo Natal, enquanto vos abençoo de coração.

© Copyright 2008 - Libreria Editrice Vaticana

top