The Holy See
back up
Search
riga
DISCURSO DO PAPA BENTO XVI
AOS PEREGRINOS DA BÉLGICA
EM AGRADECIMENTO PELA ÁRVORE DE NATAL
DA PRAÇA DE SÃO PEDRO

Sala Clementina
Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2009

Queridos irmãos e irmãs!

Dou as boas-vindas a todos vós, que viestes aqui para oferecer a árvore de Natal que, com o presépio, ornamentará a Praça de São Pedro durante as festas da Natividade. Dirijo uma saudação particular ao Ministro da Economia da Região da Valónia e a D. Aloys Jousten, Bispo de Liège, e agradeço-lhes as gentis palavras que me dirigiram. As minhas saudações vão também a Sua Excelência o Sr. Franck De Coninck, Embaixador da Bélgica junto da Santa Sé, assim como às Autoridades políticas locais que empreenderam a viagem. Saúdo de igual modo os coristas e os representantes da Agência valónia para a Exportação e os Investimentos exteriores que estão na origem do projecto. A minha gratidão estende-se a quantos ofereceram a própria colaboração para este dom e que hoje não puderam estar aqui presentes. Agradeço também às pessoas que garantiram o delicado transporte desta árvore imponente.

Na floresta, as árvores estão umas próximas das outras e cada uma delas contribui para fazer com que a floresta seja um lugar sombreado, por vezes escuro. Eis que, escolhido entre tantos, o abete majestoso que me ofereceis hoje está iluminado e coberto de decorações cintilantes que são como outros tantos frutos maravilhosos. Deixando o seu hábito escuro por um esplendor cintilante, é transfigurado e torna-se portador de uma luz que não é sua, mas que dá testemunho da verdadeira Luz que vem ao mundo. O destino desta árvore é a mesma dos pastores: enquanto velam nas trevas da noite, são iluminados pela mensagem dos anjos. O destino desta árvore é também comparável com o nosso, nós que somos chamados a dar bons frutos para mostrar que o mundo foi deveras visitado e resgatado pelo Senhor. Colocada ao lado do presépio, esta árvore mostra, à sua maneira, a presença do grande mistério no lugar simples e pobre de Belém. Aos habitantes de Roma, a todos os peregrinos, a quantos visitarem a Praça de São Pedro através das imagens das televisões de todo o mundo, ela proclama o advento do Filho de Deus. Através dela, é o solo da vossa terra e a fé das comunidades cristãs da vossa Região que saúdam o Menino Jesus que veio para renovar todas as coisas e convidar todas as criaturas, das mais humildes às mais elevadas, a entrar no mistério da Redenção e a ele se associar.

Rezo a fim de que as populações da vossa região permaneçam fiéis à luz da fé. Levada há tanto tempo por homens que se aventuraram nos vales e nas florestas das Ardenas, a luz do Evangelho voltou a partir depois do vosso país, levada por numerosíssimos missionários que deixaram a própria terra natal para a anunciar por vezes até aos confins do mundo. Possa a Igreja que está na Bélgica, e sobretudo a Diocese de Liège, ser ainda por muito tempo uma terra na qual germina com generosidade a semente do Reino que Cristo veio lançar na terra.

Queridos amigos, agradeço-vos mais uma vez este dom. Faço-vos desde já os meus cordiais votos de um feliz e Santo Natal, pedindo-vos que os transmitais às vossas famílias, aos vossos colaboradores e a todas as pessoas que vos são queridas.

O Senhor vos abençoe a vós, à vossa Região e toda a Bélgica!

Estamos felizes porque uma árvore belga aqui na Praça de São Pedro ilumina o mundo. Desejo a todos vós que a luz desta árvore leve alegria ao vosso coração e que possais celebrar o Natal com mais alegria interior. Deus vos abençoe a todos! Feliz Natal e bom Ano Novo!

© Copyright 2009 - Libreria Editrice Vaticana

top