The Holy See
back up
Search
riga

PEREGRINAÇÃO
DO SANTO PADRE BENTO XVI
À TERRA SANTA
(8-15 DE MAIO DE 2009)

BREVE VISITA À CO-CATEDRAL LATINA DE JERUSALÉM

SAUDAÇÃO DO PAPA BENTO XVI

 Terça-feira, 12 de Maio de 2009

 

Beatitude

Agradeço-lhe as suas palavras de boas-vindas. Estou grato também ao Patriarca Emérito e garanto a ambos os meus bons votos fraternos e as minhas orações.

Caros Irmãos e Irmãs em Cristo, estou feliz por estar hoje aqui convosco nesta co-Catedral, onde a comunidade cristã de Jerusalém continua a congregar-se como tem feito há séculos, desde os primeiros dias da Igreja. Aqui, nesta cidade, Pedro foi o primeiro que anunciou a Boa Nova de Jesus Cristo no dia de Pentecostes, quando cerca de três mil almas se uniram ao número dos discípulos. Também aqui os primeiros cristãos "eram assíduos no ensinamento dos Apóstolos e na comunhão, na fracção do pão e nas orações" (Act 2, 42). De Jerusalém, o Evangelho difundiu-se "por toda a terra... até aos confins do mundo" (Sl 19, 4), e em todas as épocas o esforço dos missionários do Evangelho foi sustentado pelas orações dos fiéis, congregados ao redor do altar do Senhor para invocar o vigor do Espírito Santo sobre a obra da pregação.

Acima de tudo, foram as orações daqueles cuja vocação, segundo as palavras de Santa Teresa de Lisieux, consiste em ser "o profundo amor no coração da Igreja" (Carta à Irmã Maria do Sagrado Coração), que sustém a obra da evangelização. Desejo expressar uma particular palavra de apreço pelo apostolado escondido nas pessoas de vida contemplativa, que estão aqui presentes, e agradecer-vos a vossa generosa dedicação a uma vida de oração e de abnegação. Estou particularmente grato pelas preces que recitais pelo meu ministério universal e peço-vos que continueis a recomendar ao Senhor o meu serviço ao Povo de Deus no mundo inteiro. Com as palavras do Salmista, também eu vos peço que "oreis pela paz de Jerusalém" (Sl 122, 6), que rezeis continuamente pelo fim do conflito que trouxe tantos sofrimentos às populações desta região.

E agora concedo-vos a minha Bênção.

 

© Copyright 2009 - Libreria Editrice Vaticana

 

top