The Holy See
back up
Search
riga

VIAGEM APOSTÓLICA A CHIPRE
(4-6 DE JUNHO DE 2010)

CERIMÓNIA DE ENTREGA DO INSTRUMENTUM LABORIS
DA ASSEMBLEIA ESPECIAL PARA O MÉDIO ORIENTE
DO SÍNODO DOS BISPOS

DISCURSO DO PAPA BENTO XVI

Palácio de Desportos Elefteria - Nicosia
Domingo, 6 de junho de 2010

(Vídeo)

 

Queridos irmãos e irmãs em Cristo!

Agradeço ao Arcebispo Eterovic as gentis palavras e renovo os meus bons votos a todos vós, que viestes aqui por ocasião do encaminhamento da próxima Assembleia Especial para o Médio Oriente do Sínodo dos Bispos. Estou grato por todo o trabalho que já foi realizado em previsão da Assembleia sinodal, e prometo-vos o apoio da minha oração, enquanto entrais na fase final da preparação.

Antes de iniciar, sinto-me na obrigação de recordar o falecido bispo Luigi Padovese que, como presidente da Conferencia episcopal turca, contribuiu para a preparação do Instrumentum laboris que hoje vos entrego. A notícia da sua morte repentina e trágica, ocorrida na quinta-feira, surpreendeu-nos e atingiu-nos a todos. Confio a sua alma à misericórdia de Deus omnipotente, recordando quanto ele se empenhou, especialmente como bispo, pela compreensão recíproca no âmbito inter-religioso e cultural e pelo diálogo entre as Igrejas. A sua morte é uma exortação lúcida à vocação que todos os cristãos partilham de ser, em todas as circunstâncias, testemunhas corajosas de tudo o que é bom, nobre e justo.

O lema escolhido para a Assembleia fala-nos de comunhão e testemunho, e recorda-nos como os membros da comunidade crista primitiva tinham "um só coração e uma só alma" (cf. Act 4, 32). No centro da unidade da Igreja está a Eucaristia, dom inestimável de Cristo ao seu povo e ponto fulcral da celebração litúrgica hodierna nesta Solenidade do Corpo e Sangue do Senhor. Portanto, não é sem significado o facto de que a data escolhida para a entrega do Instrumentum laboris da Assembleia Especial seja precisamente o dia de hoje.

O Médio Oriente ocupa um lugar particular no coração de todos os cristãos, dado que foi precisamente ali que Deus se fez conhecer aos nossos pais na fé. Desde o período em que Abraão saiu de Ur dos Caldeus, obedecendo à chamada do Senhor, até à morte e ressurreição de Jesus, a obra salvífica de Deus foi completada mediante indivíduos e povos nas vossas pátrias. Desde então, a mensagem do Evangelho difundiu-se pelo mundo inteiro, mas os cristãos de todos os lugares continuam a olhar para o Médio Oriente com reverencia especial, por causa dos profetas e dos patriarcas, dos apóstolos e dos mártires, aos quais devemos muito, aos homens e às mulheres que ouviram a palavra de Deus, deram testemunho dela e a entregaram a nós, pertencentes à grande família da Igreja.

A Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos, convocada a vosso pedido, procurará aprofundar os vínculos de comunhão entre os membros das vossas Igrejas locais, assim como a comunhão destas mesmas Igrejas entre si e com a Igreja universal. Além disso, esta Assembleia deseja encorajar-vos no testemunho da vossa fé em Cristo, que vós prestais nos países onde esta fé nasceu e cresceu. Depois, sabe-se que alguns de vós sofrem grandes provações, devido à situação hodierna da região. A Assembleia Especial constitui uma ocasião para os cristãos do resto do mundo, de oferecer um apoio espiritual e uma solidariedade pelos seus irmãos e irmãs do Médio Oriente. É uma ocasião para pôr em evidencia o valor importante da presença e do testemunho cristãos nos países da Bíblia, não apenas para a comunidade cristã a nível mundial, mas igualmente para os vossos vizinhos e concidadãos. Vós contribuís de numerosas formas para o bem comum, por exemplo através da educação, do cuidado dos doentes e da assistência social, e trabalhais pela construção da sociedade. Desejais viver em paz e harmonia com os vossos vizinhos judeus e muçulmanos. Trabalhais frequentemente com artífices da paz no difícil processo de reconciliação. Mereceis o reconhecimento pelo papel inestimável que desempenhais. A minha esperança firme é por que sejam cada vez mais respeitados os vossos direitos, inclusive o direito à liberdade de culto e a liberdade religiosa, e que jamais sofrais por discriminações de qualquer tipo.

Rezo afim de que os trabalhos da Assembleia Especial ajudem a chamar a atenção da comunidade internacional para a condição daqueles cristãos no Médio Oriente, que padecem por causa da sua fé,a fim de que se possam encontrar soluções justas e duradouras para os conflitos que causam tantos sofrimentos. A propósito desta grave problemática, repito o meu apelo pessoal em prol de um esforço internacional urgente e concertado, em vista de resolver as tensões que continuam no Médio Oriente, especialmente na Terra Santa, antes que tais conflitos conduzam a um maior derramamento de sangue.

Com estes pensamentos, apresento-vos o texto do Instrumentum laboris da Assembleia Especial para o Médio Oriente do Sínodo dos Bispos. Deus abençoe abundantemente o vosso trabalho!

Deus abençoe todos os povos do Médio Oriente!

© Copyright 2010 - Libreria Editrice Vaticana

top