The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA BENTO XVI
AOS PARTICIPANTES NO CONGRESSO INTERNACIONAL
«ECCLESIA IN AMERICA»

Basílica Vaticana
Domingo 9 de Dezembro de 2012

[Vídeo]

 

Senhores Cardeais
Queridos Irmãos no Episcopado e no Sacerdócio
Estimados Cavaleiros de Colombo

Agradeço vivamente as palavras do Senhor Cardeal Marc Ouellet, Presidente da Pontifícia Comissão para a América Latina, e alegra-me que, juntamente com os Cavaleiros de Colombo, tenha querido promover um Congresso internacional para aprofundar a consideração e projecção da Exortação apostólica pós-sinodal Ecclesia in America, do beato João Paulo II, e que recolhe as contribuições da Assembleia especial do Sínodo dos Bispos para a América. Saúdo cordialmente os Senhores Cardeais, Bispos, sacerdotes e pessoas consagradas, bem como os numerosos leigos que vieram para participar nesta importante iniciativa. Os vossos rostos trazem-me de novo à mente e ao coração as palpitações do Continente americano, tão presente na oração do Papa, e cuja devoção à Sé Apostólica pude experimentar com muita gratidão, não só durante as minhas visitas pastorais a alguns dos seus países, mas também todas as vezes que encontro aqui pastores e fiéis dessas queridas terras.

O meu venerado Predecessor, o beato João Paulo II, teve a intuição clarividente de incrementar as relações de cooperação entre as Igrejas particulares de toda a América, do Norte, do Centro e do Sul, e ao mesmo tempo, de suscitar uma maior solidariedade entre as suas nações. Hoje estes propósitos merecem ser retomados a fim de que a mensagem redentora de Cristo seja posta em prática com mais perseverança e produza abundantes frutos de santidade e de renovação eclesial.

O tema que guiou as reflexões daquela Assembleia sinodal pode servir também de inspiração para os trabalhos destes dias: «O encontro com Jesus Cristo vivo, caminho para a conversão, a comunhão e a solidariedade na América». De facto, o amor ao Senhor Jesus e o poder da sua graça devem arraigar-se cada vez mais intensamente no coração das pessoas, das famílias e das comunidades cristãs das vossas nações, para que nelas se prossiga com dinamismo pelas sendas da concórdia e do progresso justo. Por isso, é um dom da Providência que o vosso Congresso se realize pouco depois do início do Ano da fé e da Assembleia geral do Sínodo dos Bispos dedicada à nova evangelização, pois as vossas deliberações contribuirão valiosamente para a difícil e urgente tarefa de fazer ressoar o Evangelho de Cristo com clareza e audácia.

A citada Exortação apostólica já indicava os desafios e dificuldades que no momento actual ainda persistem com características singulares e complexas. De facto, o secularismo e diferentes grupos religiosos expandem-se por todas as latitudes, dando lugar a numerosas problemáticas. A educação e promoção de uma cultura da vida é uma urgência fundamental face à difusão de uma mentalidade que atenta contra a dignidade da pessoa e não favorece nem tutela a instituição matrimonial e familiar. Como não se preocupar pelas dolorosas situações de emigração, desarraigamento ou violência, sobretudo causadas pela delinquência organizada, o narcotráfico, a corrupção ou o comércio de armas? E que dizer das dilacerantes desigualdades e das bolsas de pobreza provocadas por medidas económicas, políticas e sociais questionáveis?

Todas estas importantes questões exigem um estudo esmerado. Sem dúvida, além da sua avaliação técnica, a Igreja católica tem a convicção de que a luz para uma solução adequada só pode provir do encontro com Jesus Cristo vivo que suscita atitudes e comportamentos cimentados no amor e na verdade. Esta é a força decisiva para a transformação do Continente americano.

Queridos amigos, o amor de Cristo impele-nos a dedicar-nos sem hesitações à proclamação do seu Nome em todos os recantos da América, levando-o com liberdade e entusiasmo aos corações de todos os seus habitantes. Não há obra mais gratificante nem benéfica do que esta. Não há maior serviço que possamos prestar aos nossos irmãos. Eles têm sede de Deus. Por isso é preciso assumir este compromisso com convicção e entrega jubilosa, animando os sacerdotes, os diáconos, os consagrados e os agentes da pastoral a purificar e revigorar cada vez mais a sua vida interior através do relacionamento sincero com o Senhor e a participação digna e assídua nos sacramentos. Para isto contribuirá uma catequese adequada e uma formação doutrinal recta e constante, em fidelidade total à Palavra de Deus e ao Magistério da Igreja e procurando responder às questões e anseios que o homem traz no coração. Deste modo, o testemunho da vossa fé será mais eloquente e incisivo, e incrementareis a unidade no desempenho do vosso apostolado. Um renovado espírito missionário e o fervor e generosidade do vosso compromisso serão uma contribuição insubstituível que a Igreja universal espera e precisa da Igreja na América.

Como modelo de abertura à graça divina e de total solicitude pelos demais, resplandece nesse Continente a figura de Maria Santíssima, Estrela da nova evangelização, a qual é invocada em toda a América sob o glorioso título de Nossa Senhora de Guadalupe. Ao recomendar este Congresso à sua protecção materna e amorosa, concedo aos seus organizadores e participantes a Bênção Apostólica, penhor de abundantes graças divinas.

 

 

© Copyright 2012 - Libreria Editrice Vaticana

top