The Holy See
back up
Search
riga

DISCURSO DO PAPA BENTO XVI
AOS PARTICIPANTES NO ENCONTRO
 PROMOVIDO PELO MOVIMENTO
DA RENOVAÇÃO NO ESPÍRITO SANTO

Praça de São Pedro
Sábado, 26 de Maio de 2012

 

Prezados irmãos e irmãs

É com grande alegria que vos recebo por ocasião do quadragésimo aniversário de nascimento na Itália da Renovação no Espírito Santo, expressão do mais vasto movimento de renovação carismática que atravessou a Igreja católica a seguir ao Concílio Ecuménico Vaticano II. Saúdo todos vós com afecto, a começar pelo Presidente Nacional, a quem agradeço as bonitas palavras, cheias de Espírito, que me foram dirigidas em nome de todos vós. Saúdo o Conselheiro espiritual, os membros da Comissão e do Conselho, os responsáveis e os animadores dos grupos e das comunidades disseminados pela Itália. Esta vossa peregrinação, que vos oferece a oportunidade de vos deter em oração diante do túmulo de são Pedro, fortaleça a vossa fé e vos faça crescer no testemunho cristão e, guiados pelo Espírito Santo, enfrentai sem receio as tarefas exigentes da nova evangelização.

Estou feliz por me encontrar convosco na vigília do Pentecostes, solenidade fundamental para a Igreja e tão significativa para o vosso Movimento, e exorto-vos a acolher o amor de Deus que se nos comunica mediante o dom do Espírito Santo, princípio unificador da Igreja. Ao longo destas décadas — quarenta anos — esforçastes-vos por oferecer a vossa contribuição específica para a propagação do Reino de Deus e para a edificação da comunidade cristã, alimentando a comunhão com o Sucessor de Pedro, com os Pastores e com toda a Igreja. Confirmastes de vários modos a primazia de Deus, a quem dirigimos sempre e sumamente a nossa adoração. E procurastes propor esta experiência às novas gerações, mostrando a alegria da vida nova no Espírito, através de uma vasta obra de formação e de múltiplas actividades ligadas à nova evangelização e à missio ad gentes. Assim, a vossa obra apostólica contribuiu para a prosperidade da vida espiritual no tecido eclesial e social italiano, mediante caminhos de conversão que levaram muitas pessoas a serem purificadas profundamente pelo amor de Deus, e numerosas famílias a superarem momentos de crise. Nos vossos grupos não faltaram jovens que responderam generosamente à vocação de especial consagração a Deus no sacerdócio ou na vida consagrada. Por tudo isto dou graças a vós e ao Senhor!

Estimados amigos, continuai a dar testemunho da alegria da fé em Cristo, da beleza de ser discípulos de Cristo, do poder de amor que o seu Evangelho emana na história, assim como da graça incomparável que cada fiel pode experimentar na Igreja, mediante a prática santificadora dos Sacramentos e o exercício humilde e desinteressado dos carismas que, como afirma são Paulo, devem ser utilizados sempre para o bem comum. Não cedais à tentação da mediocridade e do hábito! Cultivai no espírito aspirações elevadas e generosas! Fazei vossos os pensamentos, os sentimentos e os gestos de Jesus! Sim, o Senhor chama cada um de vós a ser colaborador incansável do seu desígnio de salvação, que transforma os corações; tem necessidade também de vós para fazer das vossas famílias, das vossas comunidades e das vossas cidades lugares de amor e de esperança.

Na sociedade contemporânea vivemos uma situação precária sob certos aspectos, caracterizada pela insegurança e pela fragmentariedade das escolhas. Muitas vezes faltam pontos de referência válidos, nos quais inspirar a própria existência. Portanto, torna-se cada vez mais importante construir o edifício da vida e o conjunto dos relacionamentos sociais sobre a rocha estável da Palavra de Deus, deixando-nos guiar pelo Magistério da Igreja. Compreende-se sempre mais o valor determinante da afirmação de Jesus, que diz: «Todo aquele que escuta estas minhas palavras e as põe em prática é como o homem prudente que edifica a sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, engrossaram os rios, sopraram os ventos contra aquela casa; mas não caiu, porque estava fundada sobre a rocha» (Mt 7, 24-25).

O Senhor está connosco, age com a força do seu Espírito. Convida-nos a crescer na confiança e no abandono à sua vontade, na fidelidade à nossa vocação e no compromisso por nos tornarmos adultos na fé, na esperança e na caridade. Segundo o Evangelho, adulto não é aquele que não se encontra submetido a ninguém e que não tem necessidade de ninguém. Adulto, ou seja, maduro e responsável, só pode ser aquele que se faz pequeno, humilde e servo diante de Deus, e que não segue simplesmente os ventos do tempo. Por isso, é necessário formar as consciências à luz da Palavra de Deus e assim conferir-lhes firmeza e maturidade autêntica; Palavra de Deus, da qual todos os projectos eclesiais e humanos obtêm sentido e impulso, também no que se refere à edificação da cidade terrena (cf. Sl 127, 1). É preciso renovar a alma das instituições e fecundar a história com sementes de vida nova.

Hoje, os fiéis são chamados a dar um testemunho de fé convicto, sincero e crível, em estreita sintonia com o compromisso da caridade. Com efeito, através da caridade também pessoas distantes ou indiferentes à Mensagem do Evangelho conseguem aproximar-se da verdade e converter-se ao amor misericordioso do Pai celeste. A este propósito, manifesto apreço por tudo o que fazeis para propagar uma «cultura do Pentecostes» nos ambientes sociais, propondo uma animação espiritual com iniciativas a favor de quantos sofrem devido a situações de dificuldade e de marginalização. Penso de modo particular na vossa obra em benefício do renascimento espiritual e material dos prisioneiros e dos ex-presos; penso ainda no «Pólo de excelência da promoção humana e da solidariedade Mario e Luigi Sturzo», em Caltagirone, assim como no «Centro Internacional para a Família» em Nazaré, cuja primeira pedra tive a alegria de benzer. Dai continuidade ao vosso compromisso em prol da família, lugar imprescindível de educação para o amor e para o sacrifício pessoal.

Caros amigos da Renovação no Espírito Santo! Não vos canseis de vos dirigir ao Céu: o mundo precisa da oração. São necessários homens e mulheres que sintam atracção pelo Céu na sua vida, que façam do louvor ao Senhor um estilo de vida nova. E sede cristãos jubilosos! Confio todos vós a Maria Santíssima, presente no Cenáculo na manifestação do Pentecostes. Perseverai com Ela na oração e caminhai orientados pela luz do Espírito Santo, vivendo e proclamando o anúncio de Cristo. Acompanhe-vos a Bênção Apostólica, que com afecto vos concedo, alargando-a a todos os seguidores e aos vossos familiares. Obrigado!

 

© Copyright 2012 - Libreria Editrice Vaticana

top