The Holy See
back up
Search
riga

SAUDAÇÃO DO PAPA BENTO XVI
AOS FUNCIONÁRIOS E AGENTES DO INSPECTORADO
DE SEGURANÇA PÚBLICA JUNTO AO VATICANO

Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2013

 

Ilustres Senhores
Queridos Funcionários e Agentes!

Sinto-me muito feliz por renovar este encontro que já é tradicional, para a recíproca troca de bons votos no início do novo ano. A minha saudação e os meus votos dirigem-se em primeiro lugar ao Dr. Enrico Avola, recentemente nomeado Director-Geral, ao qual agradeço as palavras que há pouco me dirigiu, assim como ao Prefeito Salvatore Festa. Saúdo com igual afecto os demais componentes e colaboradores do Inspectorado de Segurança Pública junto do Vaticano.

Em primeiro lugar desejo expressar o sentimento do meu agradecimento pelo serviço que desempenhais com dedicação e confirmada profissionalidade na praça de São Pedro e na área adjacente ao Vaticano para a necessária tutela da ordem pública. Em particular, penso na vossa obra durante as manifestações dos fiéis e dos peregrinos, que chegam de todo o mundo para se encontrar com o Sucessor de Pedro e para visitar o túmulo do Príncipe dos Apóstolos, assim como para rezar sobre os dos meus venerados Predecessores, em particular do beato João Paulo II.

A vossa acção alarga-se também por ocasião das minhas visitas pastorais em Roma e nas minhas viagens apostólicas na Itália. Nesta circunstância quero manifestar o meu sentido apreço pelo modo e pelo espírito que animam o vosso serviço, vigilante e qualificado. Um estilo que, ao honrar a vossa identidade de funcionários do Estado Italiano e de membros da Igreja, confirma também as boas relações que existem entre a Itália e a Sé Apostólica.

Ouvi com interesse as palavras do vosso Director, o qual, em nome de todos vós, quis fazer-se intérprete dos sentimentos, dos ideais e dos propósitos que inspiram a vossa vida e comportamento no trabalho diário. Faço votos de coração por que a vossa canseira, com frequência feita com sacrifício e riscos, esteja sempre animada por uma firme fé cristã, que indubitavelmente é o tesouro e o valor espiritual mais precioso, que as vossas famílias vos confiaram e que estais chamados a transmitir aos vossos filhos. O Ano da fé, que a Igreja inteira está a viver, é uma oportunidade também para vós de voltar à mensagem do Evangelho e de o fazer entrar de modo mais profundo nas vossas consciências e na vida quotidiana, testemunhando corajosamente o amor de Deus em todos os ambientes, também no vosso trabalho.

Na Mensagem por ocasião do recente Dia Mundial da Paz, ressaltei como «as inúmeras obras de paz, de que é rico o mundo, testemunham a vocação natural da humanidade à paz. Em cada pessoa o desejo de paz é uma aspiração essencial e coincide, de certo modo, com o anelo por uma vida humana plena, feliz e bem sucedida» (n. 1). Que a vossa presença, queridos amigos, seja uma garantia cada vez mais válida daquela boa ordem e tranquilidade, que são fundamentais para construir uma vida social pacífica e harmoniosa, e que, além de nos serem ensinadas pela mensagem evangélica, são sinal de civilização autêntica.

Com estes votos, desejo apresentar as minhas felicitações para o novo ano também aos vossos familiares, confiando-os todos à protecção materna da Virgem Santíssima, para que interceda junto do seu Filho divino e vos obtenha prosperidade, paz, concórdia e vos preserve de qualquer perigo. Acompanhe-vos também a Bênção Apostólica, que de coração concedo a todos vós.

 

© Copyright 2013 - Libreria Editrice Vaticana

   

top