The Holy See
back up
Search
riga

PAPA JOÃO PAULO II

ANGELUS

Domingo, 12 de Outubro de 1980

 

1. Rezamos hoje, neste santuário da Igreja romana como uma grande comunidade de famílias, que desejam dar testemunho da sua vocação em Cristo.

Ele mesmo disse: "... onde estiverem reunidos, em Meu nome, dois ou três, Eu estou no meio deles" (Mt 18, 20).

Mediante a oração feita na comunidade familiar convidamos a Cristo para que esteja no meio de nós: cônjuges, pais e filhos.

A oração é o primeiro testemunho da nossa vocação. Damos este testemunho a Cristo, uns diante dos outros. Com este testemunho tornamo-nos reciprocamente testemunhas.

Mediante a oração construímos a família, que é a igreja doméstica.

Rezamos hoje por aquela unidade das nossas famílias que surge da oração.

Rezamos por que as famílias cristãs orem; a fim de que rezem muito. É a primeira condição para cumprirem os deveres que Cristo e a Igreja lhes impõem.

2. "O Anjo do Senhor anunciou a Maria e Ela concebeu por obra do Espírito Santo". José, instruído do alto sobre isto, não temeu recebê-l'A consigo (cf. Mt 1, 20-24). Ela concebeu, trouxe no seu seio e deu ao mundo Jesus Cristo: Verbo Eterno, feito carne.

Filho de Deus, para a salvação do mundo Ele aceitou como sua a Família humana de Nazaré e fê-la santa. A maior parte dos anos da sua vida na terra viveu-a na Família. Deste modo uniu-se, num certo sentido, a todas as famílias humanas e em cada uma imprimiu o sinal da santidade.

A família foi o lugar do escondimento do Filho de Deus na terra. Nela Ele passou a sua vida oculta. E nela ocultou também os tesouros da vida e da santidade.

Oxalá nós saibamos, mediante os trabalhos do Sínodo dos Bispos, revelar mais plenamente Cristo diante de cada família humana.

Oxalá nós consigamos, graças à hodierna comum oração das famílias do mundo inteiro, fazer comunicar as riquezas que o Filho de Deus ocultou na Família, tendo nela vivido durante trinta anos.

Durante uma das Sessões do Sínodo, a Madre Teresa de Calcutá assim disse aos Bispos reunidos: dai-nos santos sacerdotes. Enviai-nos santos sacerdotes como servos de Cristo e administradores dos mistérios de Deus.

E de onde devem sair estes sacerdotes, senão das famílias que vivem o espírito de Cristo? Foi portanto indicado o sinal da união entre a vocação familiar e a vocação sacerdotal.

Oh! Este dia desperte em todos os bispos e sacerdotes da Igreja um grande amor pelas famílias!

Reanime-se, fortaleça-se e aprofunde-se a pastoral das famílias em todo o mundo! As famílias, com o auxílio dos seus pastores, encontrem os caminhos que conduzem ao cumprimento dos seus deveres no mundo contemporâneo!

E que todas as famílias cristãs no mundo inteiro rezem pelos sacerdotes, rezem pelas vocações sacerdotais e religiosas, se tornem como a "igreja doméstica", o primeiro seminário das vocações!

A messe é grande!

 


Depois do Angelus

Sei que, neste momento, se reevoca em "mundovisão" a experiência realizada há cinquenta anos pelo grande Guglielmo Marconi, que, como coroamento de longas pesquisas, do iate "Elettra", ancorado no porto de Génova, mediante um impulso electromagnético, acendeu as luzes da Câmara Municipal da cidade de Sydney.

Ao exprimir a minha satisfação pela feliz iniciativa, na Itália, promovida pelo Ministério dos Correios e Telecomunicações, sinto-me feliz de recordar este cientista que tão grande parte teve na fundação da Rádio Vaticano e associo-me de bom grado à celebração da "Jornada Marconiana", que comemora um importante sucesso conseguido pelo homem na descoberta e conquista da natureza, particularmente no campo das comunicações.

Estendo as minhas saudações e os melhores votos a todos os que se encontram reunidos em Sydney para a apresentação da cerimónia do prémio "Marconi Fellowship 1980".

Há 50 anos, as ondas da rádio tornaram possível o contacto imediato entre duas localidades em extremos opostos da terra, entre Génova e Sydney. Hoje, graças aos contínuos progressos da técnica, e sobretudo graças ao uso de satélites, vozes e imagens podem chegar, simultaneamente e com precisão, a todos os pontos do mundo. Uma grande honra para Guilherme Marconi! Uma grande honra para os outros homens e mulheres que tornaram isto possível! Uma grande honra para a humanidade!

No desígnio da providencia divina, contudo, estas conquistas deveriam contribuir não só para levar os indivíduos e as nações a aproximarem-se, mas também, e especialmente, para a criação da fraternidade entre os habitantes da terra, e para a formação de laços mais profundos de amor recíproco e comparticipação. Peço a Deus Todo-Poderoso que vos assista na conquista deste esplêndido objectivo.

 

© Copyright 1980 - Libreria Editrice Vaticana

 

top