The Holy See
back up
Search
riga

PEREGRINAÇÃO APOSTÓLICA DO SANTO PADRE À ÁFRICA

PAPA JOÃO PAULO II

REGINA CAELI

VI Domingo de Páscoa
Abidjan, Costa do Marfim, 11 de Maio de 1980

 

Caros Irmãos e Irmãs em Cristo,
que estais a ouvir-me directamente ou através das ondas da rádio

Este e o momento de honrar a Virgem Maria com a recitação do "Regina caeli"! Quero que este louvor marial seja para vós, como para mim, um agradecimento muito fervoroso Àquela que a Igreja venera, depois da sua fundação, como a mais santa Mãe do Cristo Redentor, Àquela que a Igreja — Corpo Místico de Cristo — considera como a sua Mãe.

Durante dez dias, fui a testemunha maravilhada e muitas vezes comovida da vitalidade das jovens Igrejas da África! A promessa de Cristo: "Eu estarei convosco até ao fim dos tempos" voltou incessantemente ao meu espírito ao longo das minhas visitas pastorais!

Convido toda a Igreja, e particularmente as Igrejas de antiga cristandade, a olharem para as suas jovens Igrejas-irmãs com estima e confiança, num diálogo frutuoso. A fome da Palavra de Deus, a espontaneidade da oração e do sentido religioso, a alegria e o orgulho de pertencer a Igreja, o acolhimento hospitaleiro, o sentido de responsabilidade dos bispos e dos sacerdotes, a generosidade das religiosas, o ardor apostólico dos catequistas, a solidariedade das comunidades cristãs, o auxílio mútuo fraternal, corajoso e desinteressado que continuam a trazer sacerdotes, religiosas e leigos vindos de outras Igrejas, e muitos outros sinais enconrajantes, convidam-nos a agradecer a Deus e podem estimular o nosso zelo, a nossa fé e a nossa caridade. Estas Igrejas têm sido ramos carregados na Igreja universal, pelos pioneiros missionários animados de uma grande fé; elas dão agora os seus próprios frutos, que têm o sabor da Africa e a autenticidade do cristianismo; e fazem beneficiar as outras com o seu testemunho. Elas também têm necessidade de uma ajuda mútua fraterna para enfrentar as suas imensas necessidades humanas e espirituais. Oxalá possam esses intercâmbios prosseguir no espírito de comunhão que caracteriza a Igreja!

Na alegria pascal, contemplamos a Virgem Maria junto do seu Filho glorificado, e pedimos-lhe uns pelos outros. Que vele por estas Igrejas, a Ela confiadas!

E lhes obtenha incessantemente as luzes e a força do Espírito Santo!

Esta oração dominical e pascal diz-se sempre ao meio-dia em Roma, na Praça de São Pedro, e hoje, provavelmente, estou a ser ouvido por aqueles que se reúnem para esta prece: Encontro-me em Abidjão e estou bem, mas espero encontrar-me em Roma daqui a pouco e recitaremos novamente o 'Regina caeli' no modo usual, na Praça de São Pedro, reunidos como sempre para esta oração e para esta comunhão espiritual. A todos a minha Bênção.

 

© Copyright 1980 - Libreria Editrice Vaticana

 

top