The Holy See
back up
Search
riga

PAPA JOÃO PAULO II

ANGELUS

Quarta-feira, 26 de Agosto de 1981

 

Hoje é quarta-feira e neste dia era habitual a tradição das audiências gerais. A última devia ser a 13 de Maio: ela começou regularmente mas depois... bem sabemos o que aconteceu. Não posso ainda retomar as audiências gerais neste mês, como também não posso deixar de satisfazer todos aqueles peregrinos que vêm para isto às quartas-feiras: assim encontrámos uma solução, digamos em pequena proporção, um Angelus. Menos longa mas muito devota.

1. Hoje desejo retomar, se bem que em forma breve, a série dos meus encontros das quartas-feiras, para saudar os peregrinos de todas as Nações, que vêm sempre numerosos visitar Roma, atraídos pelo seu apelo de intensa elevação espiritual. Chegaram agora esses peregrinos aqui a Castel Gandolfo.

Caríssimos irmãos e irmãs, dirijo vós todos o meu cordial pensamento e os meus votos de serena prosperidade cristã, valorizando-os com a invocação que a Igreja pôs nos nossos lábios, no domingo passado, e nos acompanha nesta semana: "Senhor, concedei ao vosso povo que ame o que mandais, e deseje o que prometeis".

2. Neste dia, 26 de Agosto, celebra a Polónia a solene festa de Nossa Senhora de Czestochowa. Lá estão todos os corações voltados para Jasna Gora, a fim de obterem luz, conforto e esperança que venham duma Rainha e Mãe, que para eles constituiu constante ponto de referência durante os séculos, quando se pretendiam vencer problemas pessoais, familiares e sociais.

Convido também todos vós a que dirijais, com a devota oração do Angelus as vossas mentes para a Mãe de Deus, implorando a sua intercessão.

3. Hoje devemos também recordar outro acontecimento: a eleição para Sumo Pontífice do Papa João Paulo I realizada exactamente há três anos. Era homem de fé profunda, e caridade ardente, unida a grande simplicidade e humildade.

Ao bom Papa João Paulo I peçamos hoje, em particular, pela Igreja, que ele tanto amava para que nos obtenha a graça da unidade e da santidade.


Saudação

Para os peregrinos e ouvintes de língua portuguesa vai agora a minha saudação cordial: que ela chegue às vossas famílias e aos vossos conterrâneos. Obrigado pela visita! E que a fé e o amor cristão iluminem sempre a vossa vida, e que sejais felizes, com os favores de Deus que vos desejo com a Bênção Apostólica.

 

© Copyright 1981 - Libreria Editrice Vaticana

 

top