The Holy See
back up
Search
riga

JOÃO PAULO II

ANGELUS

19 de Outubro de 1997

 

Neste Dia Missionário Mundial, a nossa atenção dirige-se sobretudo a Santa Teresa do Menino Jesus e da Santa Face, que esta manhã tive a alegria de proclamar Doutora da Igreja universal. Ela é modelo de empenho missionário e Padroeira das Missões, embora jamais tenha abandonado a clausura do Carmelo de Lisieux.

Poder-se-ia dizer que Teresa fez sua a singular projecção missionária de Maria Santíssima, que animou com a sua presença orante e a sua perfeita caridade a primeira Comunidade apostólica, a fim de que o dinamismo suscitado pelo Espírito Santo no Pentecostes impelisse o anúncio do Evangelho até aos extremos confins da terra.

O ligame de Santa Teresa do Menino Jesus com Maria foi profundo desde a infância. À experiência inesquecível do sorriso de Maria, contemplado no rosto da estátua posta na sua cela (cf. Manuscritos autobiográficos), ela atribuía a sua cura prodigiosa com a idade de dez anos. «Nossa Senhora do Sorriso» estará também em frente do leito da enfermaria, onde a Santa concluirá a sua breve existência consumida pela doença.

O espírito de devoção filial para com Nossa Senhora, que marcou a inteira existência da pequenina Teresa, é hoje proposto a todos nós como exemplo a imitar.

Ajude-nos Santa Teresa do Menino Jesus a amar, seguir e imitar a Virgem, Mãe e Rainha de todos os Santos.

Saúdo os peregrinos de língua italiana, vindos para participar nesta solene celebração. Em particular, desejo dirigir uma saudação cordial aos professores e aos estudantes das Universidades Eclesiásticas romanas, no início do novo Ano académico. Caríssimos, a «lição » que a pequenina Teresa oferece ao Povo cristão é particularmente eloquente para vós: com efeito, é necessário que todos os que são chamados a contemplar e transmitir as verdades da fé, cultivem aquela íntima confidência com Deus, que é própria dos «pequeninos » e dos «humildes». Tende em grande estima este ensinamento!

Saúdo calorosamente os peregrinos de língua francesa, e de maneira especial os da região de Lisieux onde viveu Santa Teresa do Menino Jesus. A sua figura espiritual e a sua mensagem inspiraram numerosos Institutos desejosos de anunciar o Evangelho, em particular a Missão de França, fundada em 1941 pelo Cardeal Suhard, que está na origem de múltiplas iniciativas missionárias junto dos pobres e no mundo científico. Que todos possam tomar a nova Doutora da Igreja como modelo de vida espiritual e de coragem apostólica!

Dou as boas-vindas aos peregrinos de língua inglesa, que estão aqui para honrar Santa Teresa, Padroeira das Missões e agora Doutora da Igreja. Recomendo- vos o seu exemplo de uma vida dedicada ao amor de Deus, que ela expressou na oração contemplativa, na vida comunitária e no seu interesse pelo anúncio do Evangelho até aos confins da terra. Mediante a intercessão de Santa Teresa, Deus vos cumule de todas as graças e bênçãos, a vós e às vossas famílias.

Com muito afecto saúdo os peregrinos de língua espanhola presentes nesta celebração, na qual Santa Teresa do Menino Jesus foi proclamada Doutora da Igreja. Que a Virgem Maria, nossa Mãe, nos ajude a sentir-nos filhos muito queridos de Deus e a apresentar-nos diante d’Ele com a simplicidade e a confiança, que a nova Doutora da Igreja nos ensinou no seu caminho espiritual. A todos abençoo de coração.

Por fim, uma cordial saudação a todos os Religiosos e Religiosas Carmelitas, aqui presentes e no mundo inteiro.

 

 

© Copyright 1997 - Libreria Editrice Vaticana

 

top