The Holy See
back up
Search
riga

JOÃO PAULO II

ANGELUS

8 de Dezembro de 1997

 

 

Caríssimos Irmãos e Irmãs

1. A Igreja celebra hoje a Imaculada Conceição de Maria Santíssima, comemoração solene tão querida ao Povo cristão. É uma festa que se situa no início do Ano litúrgico, no Tempo do Advento, iluminando o caminho da Igreja rumo ao Natal do Senhor. A solenidade de hoje tem como fundo o ícone bíblico da Anunciação, na qual ecoa a misteriosa saudação do Anjo: «Salve, ó cheia de graça, o Senhor está contigo» (Lc 1, 28). «Cheia de graça»! Eis Maria, do modo como Deus a idealizou e quis desde sempre, no Seu imperscrutável desígnio: uma criatura totalmente repleta de amor divino, bondade, beleza e santidade.

2. «O homem vê as aparências, mas o Senhor olha o coração» (1 Sm 16, 7). E o coração de Maria está completamente orientado para o cumprimento da vontade divina. Eis por que a Virgem é o modelo da expectativa e da esperança cristã. Ao contemplar a cena bíblica da Anunciação, compreendemos que a mensagem divina não encontra Maria despreparada mas, pelo contrário, vigilante na expectativa, recolhida em profundo silêncio, no qual ressoam as promessas dos profetas de Israel, sobretudo o famoso oráculo messiânico de Isaías: «Olhai: a jovem está grávida e dará à luz um filho, pôr-lhe-á o nome de Emanuel» (Is 7, 14). Não existem no seu coração sinais de egoísmo: nada deseja para si, mas só a glória de Deus e a salvação dos homens. O próprio privilégio de ser preservada do pecado original não constitui para ela um título de mérito, mas de total serviço à missão redentora do Filho.

3. Caríssimos Irmãos e Irmãs, a humanidade do nosso tempo, que se apresta para entrar no Terceiro Milénio, encontra na Imaculada o modelo da expectativa e a Mãe da esperança. Ela ensina-nos a evitar o fatalismo e a resignação passiva, bem como qualquer tipo de tentação milenarista. Ensina- nos a olhar para o futuro, conscientes de que Deus vem ao nosso encontro; somos chamados a preparar-nos para este encontro na oração e na expectativa vigilante.

Olhando para Ela, Virgem sábia, aprendemos a estar prontos para nos apresentarmos diante de Cristo, no momento da sua vinda gloriosa. Oxalá Maria nos ajude a ir ao encontro do Senhor com fé profunda, esperança jubilosa e caridade operosa.

Dirijo uma cordial saudação aos peregrinos presentes na Praça de São Pedro, sobretudo aos membros da Pontifícia Academia da Imaculada, aos quais exprimo um profundo agradecimento pelo empenho que dedicam na animação da hodierna festa de Maria. Caríssimos, sei que entre vós se encontram muitos jovens. A Virgem acompanhe o caminho de quantos são chamados ao sacerdócio e à vida consagrada, para que respondam generosamente ao Senhor.

Dirijo hoje uma saudação especial à Acção Católica Italiana que, no dia da Imaculada, tradicionalmente celebra a «festa da adesão». Abençoo de modo particular os sócios da Diocese de Roma, que são aqui representados por alguns grupos.

Invoco sobre todos a protecção da Mãe de Deus.

 

 

© Copyright 1997 - Libreria Editrice Vaticana

 

top