The Holy See
back up
Search
riga

JOÃO PAULO II

REGINA COELI

13 de Abril de 1997

 

Caríssimos Irmãos e Irmãs!

1. No término desta solene Concelebração em que, segundo uma antiga e bonita tradição, em todo o mundo se elevam louvores à Mãe de Deus com a recitação do Regina caeli, o meu pensamento dirige-se em oração à inteira região em que vivem, juntamente com outros povos, os eslavos do Sul. Uma significativa característica une os cristãos destas terras: a profunda devoção e o grande amor pela Mãe de Deus.

Com intensa gratidão a Deus, recordo as visitas que pude efectuar na Albânia, em Abril de 1993, na Croácia, em Setembro de 1994, e na Eslovénia, em Maio do ano passado. Enquanto a minha permanência em Sarajevo e na Bósnia-Herzegovina já se aproxima do seu termo, desejo dirigir uma cordial saudação a todas as populações da vizinha República Federal da Jugoslávia, que desde há muito tempo desejo visitar e que acompanho com a minha solidariedade, unida à oração, nas suas dificuldades e esperanças. Os meus bons votos vão também às populações da ex-República Jugoslava da Macedónia, para as quais invoco do Senhor paz e prosperidade.

2. Como em todas as outras partes do mundo, também nestas regiões, a Santa Sé promove o respeito da igual dignidade dos povos e do seu direito a escolher livremente o próprio futuro. Ao mesmo tempo, empenha-se por que seja salvaguardado todo o espaço possível de mútua solidariedade, num clima de convivência pacífica e civil.

Isto requer a coragem da clarividência e a paciência dos pequenos passos, a fim de que o espírito do leal e construtivo entendimento floresça até chegar a frutos abundantes. O clima da paz e do respeito recíproco é a única estrada para se combater, de modo mais eficaz, os nacionalismos exasperados, responsáveis por tantos lutos e danos, passados e recentes. Estas terras, onde o Oriente e o Ocidente sentiram mais aguda a fadiga do diálogo e da colaboração recíproca, tornaram-se o símbolo do nosso século, semeado de amarguras, mas também rico de promessas para toda a Europa.

3. De Sarajevo, cidade-símbolo deste século XX que se aproxima do seu termo, chegue a todos os povos europeus o apelo para um empenho solidário no caminho da paz! Abra-se o novo milénio, já às portas, com a decisa determinação de construir uma era de crescimento civil na concórdia, com a contribuição dos dons especiais com que cada Nação, no decurso da própria história, foi enriquecida por Deus, Senhor e Pai de todos os povos! Esta é a esperança que junto a vós confio a Maria, Rainha da Paz, invocando-a com a tradicional oração do tempo pascal.

 

 

© Copyright 1997 - Libreria Editrice Vaticana

 

top