The Holy See
back up
Search
riga

PAPA JOÃO PAULO II

REGINA CAELI

10 de Maio de 1998

 

Caríssimos Irmãos e Irmãs!

1. No final desta solene Celebração, é-me grato sublinhar a devoção mariana que animou estes novos Beatos. Seguindo os seus exemplos luminosos, queremos também nós renovar a nossa filial consagração à Mãe de Cristo, para que nos guie no caminho da plena fidelidade a Cristo e ao Seu Evangelho.

2. Com alegria saúdo os peregrinos vindos da Espanha, em particular os familiares das onze novas Beatas, os Bispos das suas dioceses de origem, assim como as autoridades que quiseram assistir a esta solene cerimónia.

Peço a Deus que o maravilhoso exemplo destas mulheres, que derramaram o seu sangue por Cristo perdoando de coração os seus executores, sustente o firme propósito da sociedade espanhola de viver em paz e liberdade, e consiga abrandar o coração daqueles que hoje continuam a utilizar o terror e a violência para impor as suas as ideias. A todos vós concedo a minha bênção, que faço extensiva às vossas famílias, aos anciãos e enfermos, e também às religiosas dos mosteiros de clausura vinculados às novas Beatas.

3. Saúdo cordialmente os Libaneses do Líbano e da diáspora, que vieram a Roma por ocasião da beatificação do Padre Al-Hardini Kassab. As minhas saudações dirigem-se em primeiro lugar ao Senhor Presidente da República do Líbano, às Autoridades eclesiásticas, às Personalidades civis e religiosas e a todos os irmãos da Ordem Libanesa Maronita, assim como aos membros da família do novo Beato e àqueles que obtiveram graças por sua intercessão. Possa o Beato Al-Hardini reavivar a fé, sustentar a vida cristã e confirmar o testemunho dos libaneses discípulos de Cristo, no limiar do terceiro milénio!

4. Saúdo agora os peregrinos de língua italiana, vindos para as Beatificações. Saúdo, além disso, os participantes na «Caminhada da solidariedade», guiada pelo Ministro da Saúde e por um grupo de pequenos doentes do Hospital Menino Jesus e composta das Associações que reúnem os pacientes à espera de transplante e os que já fizeram essa intervenção, e também das Associações de Voluntariado entre as quais a AIDO. A todos uma palavra de afectuosa proximidade e de cordial encorajamento.

Por fim, desejo dirigir um pensamento de afecto às populações do Equador, onde inundações e desmoronamentos provocaram centenas de mortos e dispersos, assim como às da Campanha, na Itália, duramente provadas pela recente e dramática aluvião, com numerosas vítimas e ingentes danos às casas e ao território. Asseguro a minha oração de sufrágio pelos defuntos e, com toda a solidariedade cristã, estou próximo dos seus familiares. Oro, além disso, pelos dispersos, pelos desabrigados e por todos os que estão empenhados nas difíceis operações de socorro, para que quanto antes sejam sanadas essas dramáticas situações de emergência, que tanto me preocupam. Invoco para todos o conforto e a materna protecção de Maria, Consoladora dos aflitos e Mãe da esperança.

 

© Copyright 1998 - Libreria Editrice Vaticana

top