The Holy See
back up
Search
riga

JOÃO PAULO II

REGINA COELI

Domingo, 11 de Junho de 2000  

 

Caríssimos Irmãos e Irmãs!

1. Neste domingo celebramos a solenidade do Pentecostes. Durante a Santa Missa que tive a alegria de presidir ontem à noite, a Praça de São Pedro tornou-se uma espécie de "Cenáculo" no centro de Roma. Cenáculo idealmente ligado ao de jerusalém onde, há quase dois mil anos, se verificou a primeira prodigiosa efusão do Espírito Santo sobre os Apóstolos e Maria Santíssima.

Naquele dia nasceu a Igreja una, santa, católica e apostólica. Una, porque é tornada mistério de comunhão pelo Espírito, ícone da Santíssima Trindade na terra; santa, porque o Espírito conserva nos seus membros a santidade de Cristo Cabeça; católica, porque o Espírito a estimula a anunciar a todos os povos o único Evangelho de salvação; Apostólica, porque através do ministério dos Apóstolos e dos seus sucessores, o Espírito a orienta pelas veredas da história.

2. À luz desta festa, assume um significado particular este Dia jubilar, dedicado à reflexão sobre os deveres dos católicos em relação ao próximo: anúncio de Cristo, testemunho e diálogo.

Promovido pelo Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-Religioso, esta data convida cada baptizado e todas as comunidades eclesiais a meditarem sobre a maneira de se empenharem cada vez mais no anúncio e testemunho de Cristo a todos, no respeito das diversas pertenças religiosas. É mais importante do que nunca colaborar com todos os homens e mulheres de boa vontade, em vista de construir um mundo justo e fraterno.

Unicamente em Cristo é possível realizar este projecto de autêntica renovação espiritual e social. Eis por que, ainda no âmbito do Jubileu, no próximo domingo se realizará em Roma o Congresso Eucarístico Internacional que prevê, entre outras coisas, a tradicional procissão do Corpus Domini, na quinta-feira 22 de Junho, e a solene Celebração conclusiva, chamada "Statio Orbis", na noite de domingo dia 25. Jesus, que há dois mil anos nasceu em Belém da Virgem Maria por obra do Espírito Santo, permanece entre nós no sacramento da Eucaristia, Pão vivo que desceu do céu, Pão do caminho e da esperança.

3. Nestes dias terá início em Pyongyang, na República Democrática Popular da Coreia, um encontro de significado histórico entre os representantes da Coreia do Norte e da Coreia do Sul.

Uno-me a todas as pessoas de boa vontade ao felicitar os responsáveis dos dois Países por esta iniciativa, na esperança de que o diálogo e os intercâmbios possam contribuir para a reconciliação das duas populações, para a união das famílias separadas desde há meio século e para a renovada estabilidade e prosperidade de toda a Península coreana. Só mediante um generoso empenho em favor do bem comum será possível combater as dificuldades e alcançar um resultado positivo, que seria motivo de jubilosa esperança para a humanidade.

© Copyright 2000 - Libreria Editrice Vaticana

top