The Holy See
back up
Search
riga

JOÃO PAULO II

ANGELUS

Domingo, 7 de Janeiro de 2001

 

1. Concluiu-se ontem, solenidade da Epifania, o Grande Jubileu do Ano 2000 e celebramos hoje a festa do Baptismo de Jesus. Como todos os anos, tive a alegria de administrar o Baptismo a alguns recém-nascidos. Ao renovar uma afectuosa saudação às famílias, desejo para as suas crianças um futuro rico de bênçãos do Senhor.

2. Algumas Igrejas do Oriente, seguindo o seu calendário, celebram hoje o Natal. Neste momento jubiloso sinto-me espiritualmente próximo destes queridos irmãos na fé, aos quais apresento os meus cordiais votos de alegria e paz.

Unido a eles na fé e na caridade de Cristo, repito hoje o que disse no dia 25 de Dezembro passado na Mensagem Urbi et Orbi: Vós, ó Cristo, que contemplamos hoje / nos braços de Maria, / sois o fundamento da nossa esperança! (...) Em Vós, somente em Vós / é oferecida ao homem / a possibilidade de ser uma "nova criatura". / Obrigado por este vosso dom, Menino Jesus!".

3. Nestes dias o sentimento mais forte no meu coração é o do reconhecimento. Já ontem tive ocasião de agradecer ao Senhor o dom extraordinário do Jubileu e a todos os que generosamente se empenharam para o bom êxito dos seus diversos momentos.

Hoje sinto que devo repetir um cordialíssimo obrigado, especialmente aos voluntários, que aqui em Roma, em Jerusalém e em muitos outros Santuários e Basílicas, metas de tantos peregrinos, prestaram o seu serviço de acolhimento. Faço-o dirigindo-me a vós, caríssimos voluntários, que acabastes de participar na celebração eucarística na Basílica Vaticana, presidida pelo Cardeal Roger Etchegaray, Presidente do Comité Central para o Grande Jubileu do Ano 2000.

Vejo em vós, caríssimos irmãos e irmãs, os quase setenta mil voluntários, jovens e adultos de tantos Países, que durante o Ano jubilar vieram a esta cidade dos Apóstolos para se porem ao serviço dos peregrinos do Ano Santo. Fiéis ao mote que tendes escrito na vossa divisa: "era estrangeiro, e recebeste-Me" (Mt 25, 35), acompanhastes milhares de pessoas à Porta Santa das Basílicas Patriarcais. Desta forma, fostes guias peritas, ajudantes solícitos, testemunhas privilegiadas das maravilhas de Deus, experimentando a verdade da palavra do Senhor Jesus que disse: "Há mais felicidade em dar do que em receber" (Act 20, 35).

Em nome de todos os peregrinos, o Papa diz-vos obrigado! E deseja que tireis proveito da experiência vivida: regressando às vossas casas, conservai no coração os momentos jubilares nos quais participastes e assumi na vida quotidiana uma atitude "de voluntário", que vos faça reconhecer em cada pessoa da qual vos aproximardes um irmão a ser amado e servido, e vos estimule a tornar-vos, neste novo milénio que inicia, construtores da civilização do amor.

4. O ano 2001 foi proclamado pelas Nações Unidas Ano Internacional do Voluntariado: em vós desejo então saudar e encorajar todos os voluntários do mundo, homens e mulheres, que oferecem gratuitamente uma parte do seu tempo mediante numerosas formas de solidariedade fraterna para a promoção e a educação da pessoa humana, estando sobretudo próximos dos mais pobres e de todos os que sofrem material e espiritualmente.

O voluntariado, em todas as suas formas, é antes de mais uma questão de coração; de um coração que sabe abrir-se às necessidades dos irmãos, reconhecendo neles a nobre dignidade humana, na qual se reflecte a própria grandeza de Deus, a cuja imagem cada ser humano foi criado (cf. Gn 1, 27; Mt 25, 40).

Caríssimos voluntários, recomendamos todos os vossos propósitos de bem a Maria com a oração do Angelus.


Saudações

Saúdo com afecto todos os peregrinos, sobretudo os que fazem parte do cortejo folclórico "Viva la Befana", que este ano se inspira nas tradições de Cisterna de Latina e da zona rural Pontina.

Abençoo de modo especial as famílias e agradeço os típicos dons oferecidos.

Dirijo uma saudação especial aos habitantes de Castel Gandolfo, onde este ano não pude ir por ocasião das festas do Natal. Desejo que saibam que o Papa pensa neles com afecto particular e lhes deseja um ano rico de frutos espirituais e de prosperidade cristã!

Desejo a todos bom domingo!

 

 

© Copyright 2001 - Libreria Editrice Vaticana

 

top