The Holy See
back up
Search
riga

JOÃO PAULO II 

REGINA CAELI

Segunda-feira de Páscoa, 16 de abril de 2001

 

Caríssimos Irmãos e Irmãs

É com grande alegria que vos dou as minhas cordiais e afectuosas boas-vindas, juntamente com fervorosos votos de Boa Páscoa.

Sinto-me feliz por poder passar, de novo, alguns dias convosco. Desejei, como era costume, vir e permanecer aqui em Castelgandolfo também depois do passado Natal. Mas não foi possível, como sabeis, devido aos numerosos empenhos do Grande Jubileu do Ano 2000, que trouxe a Roma muitos peregrinos.

Saúdo o vosso Bispo, o querido D. Agostino Vallini, o Auxiliar, D. Paolo Gillet, o Pároco, os sacerdotes, os religiosos e as religiosas aqui presentes. Saúdo o Presidente da Câmara Municipal e todos os habitantes de Castelgandolfo, que me recebem sempre com profunda cordialidade. Dirijo também o meu pensamento a todos os que nos seguem através da rádio e da televisão, e aos que neste dia fazem o tradicional passeio da "Segunda-Feira de Páscoa". Depois, não esqueço as pessoas que não podem viver plenamente a alegria destas festas pascais, porque se encontram em dificuldade, ou passam momentos de sofrimento e de solidão. A todos garanto a minha lembrança na oração.

Neste dia de festa, chamado Segunda-Feira do Anjo, sente-se na liturgia um forte eco das palavras do Mensageiro celeste às mulheres que acorreram ao sepulcro: "Ide depressa dizer aos Seus discípulos: Ele ressuscitou dos mortos" (Mt 28, 7). Sentimos o convite a "ir depressa" e a "anunciar" o Evangelho aos homens do nosso tempo, como se fosse feito a nós.

Maria, que hoje invocamos com a oração do Regina Caeli, nos ajude nesta missão comprometedora, própria de cada baptizado. Ampare-nos sobretudo no testemunho fiel que Jesus ressuscitou verdadeiramente, e n'Ele retoma vida a esperança da humanidade.

 

© Copyright 2001 - Libreria Editrice Vaticana


top