The Holy See
back up
Search
riga

 JOÃO PAULO II

ANGELUS

Domingo, 24 de Novembro de 2002

 

 

Caríssimos Irmãos e Irmãs

1. Celebra-se hoje a solenidade de Cristo Rei do universo. Esta festa foi oportunamente colocada no último domingo do ano litúrgico, para realçar que Jesus Cristo é o Senhor do tempo e que n'Ele tem o seu cumprimento qualquer desígnio da criação e da redenção.

A figura do Rei-Messias assume uma forma, na consciência do povo de Israel, através da Antiga Aliança. É o próprio Deus que, especialmente mediante os Profetas, revela aos Israelitas a sua vontade de os reunir como faz um pastor com o rebanho, para que vivam livres e em paz na terra prometida. Para esta finalidade, Ele enviará o seu Consagrado o "Cristo", em grego para resgatar o povo do pecado e o introduzir no Reino.

Jesus de Nazaré cumpre com o mistério pascal esta missão. Ele não vem para reinar como os reis deste mundo, mas para instaurar, por assim dizer, no coração do homem, da história e do cosmos o poder divino do Amor.

2. O Concílio Vaticano II proclamou de maneira forte e clara ao mundo contemporâneo a senhoria de Cristo, e a sua mensagem foi retomada no Grande Jubileu do Ano 2000. Também a humanidade do terceiro milénio precisa de descobrir que Cristo é o seu Salvador. Eis o anúncio que os cristãos devem levar ao mundo de hoje com coragem renovada.

O Concílio Vaticano II recordou, a este propósito, a especial responsabilidade dos fiéis leigos (cf. Decr. Apostolicam actuositatem). Em virtude do Baptismo e da Confirmação, eles participam na missão profética de Cristo. Por conseguinte, são chamados a "procurar o Reino de Deus, tratando das realidades temporais e ordenando-as segundo Deus" e também a desempenhar "um papel próprio... na Igreja e no mundo [...] com a sua acção para evangelizar e santificar os homens" (Carta apost. Novo millennio ineunte, 46).

3. Entre todas as criaturas angélicas e terrenas, Deus escolheu a Virgem Maria para a associar de modo muito singular à realeza do seu Filho feito homem. É isto que contemplamos no último mistério glorioso do santo Rosário. Maria nos ensine a testemunhar com coragem o Reino de Deus e a acolher Cristo como Rei da nossa existência e de todo o universo.

© Copyright 2002 - Libreria Editrice Vaticana

 
top