The Holy See
back up
Search
riga

JOÃO PAULO II

ANGELUS

Domingo, 15 de Dezembro de 2002

 

1. Já se respira na Praça de São Pedro o clima de Natal. Ao lado do presépio, que ainda está em fase de montagem, já foi posta a árvore de Natal, que este ano foi oferecida pela Croácia, e a este propósito renovo o meu agradecimento aos nossos irmãos e irmãs croatas por esta gentil oferta.

Mas o que dá um toque de particular vivacidade sois sobretudo vós, caríssimas crianças e jovens de Roma, que viestes hoje, segundo a tradição, para fazer benzer pelo Papa as imagens do Menino Jesus. Saúdo-vos com afecto, e agradeço-vos porque a vossa alegria insere-se bem no espírito típico do terceiro Domingo do Advento.

Penso nos presépios que, juntamente com os pais e os professores, preparastes nas vossas casas e nas vossas escolas. Na gruta, entre Nossa Senhora e São José, colocareis o Menino que tendes entre as mãos. O presépio tornar-se-á assim o centro das salas das escolas e o centro das vossas famílias.

O Natal é por excelência a festa da família, porque Deus, ao nascer numa família humana, elegeu-a como primeira comunidade consagrada pelo seu amor.

2. Ao falar das famílias, recordo com agrado que será realizado em Manila, capital das Filipinas, de 22 a 26 de Janeiro de 2003, o Quarto Encontro Mundial das Famílias. O primeiro foi realizado em Roma, em 1994, Ano Internacional da Família. Três anos depois foi realizado o memorável encontro do Rio de Janeiro; em 2000 as famílias do mundo inteiro encontraram-se em Roma para o Grande Jubileu. O próximo encontro servirá para incrementar, no terceiro milénio o Evangelho da família.

Agradeço a quantos estão a trabalhar na preparação deste importante Encontro em Manila, e faço votos por que a participação das famílias seja a maior possível. O mundo precisa de um sinal de esperança, que venha precisamente das famílias cristãs.

3. Confio desde já este encontro mundial a Maria Santíssima, Rainha das famílias. Pedimos-lhe que proteja as famílias de todas as partes da terra, sobretudo as que vivem situações de maior pobreza e mal-estar. Possam todas as famílias abrir as portas ao Senhor que virá no Natal, para trazer ao mundo a alegria, a paz e o amor.

 

 

© Copyright 2002 - Libreria Editrice Vaticana

 

top