The Holy See
back up
Search
riga

JOÃO PAULO II

REGINA CAELI

Domingo, 28 de Abril de 2002

 

 

Caríssimos Irmãos e Irmãs

1. A liturgia deste quinto domingo do tempo pascal apresenta-nos Cristo como "caminho, verdade e vida" (cf. Jo 14, 6). Ele é o único caminho de salvação, a verdade plena que nos torna livres, a vida verdadeira que dá sentido às nossas existências.

O seu Rosto resplandecente de glória revela-nos em plenitude a verdade de Deus e a verdade do homem. Para o seu Rosto todos podem dirigir o olhar em qualquer momento, para nele encontrar compreensão, serenidade e perdão. Recorda-nos isto também Santa Catarina de Sena, Padroeira da Itália e da Europa, cuja festa celebraremos amanhã. Ela escrevia aos idosos de Lucca: "Sabeis, irmãos caríssimos, que todos nós estamos a caminho, peregrinos e viandantes... Mas confortai-vos, porque nos foi dada um guia, que é o unigénito Verbo encarnado, Filho de Deus, que nos ensina o modo como devemos ir por aquele caminho tão lúcido que é Ele mesmo" (Carta 168).

2. Na próxima quarta-feira começa o mês de Maio, consagrado a Maria. A piedade popular fez deste mês, desde há séculos, uma maravilhosa ocasião para multiplicar iniciativas de piedade mariana.

Vivamos intensamente, caríssimos Irmãos e Irmãs, estes dias dedicados à Mãe celeste do Senhor. Recitemos, se for possível, todos os dias, o santo Rosário, tanto sozinhos como em comunidade. O Rosário é uma oração simples, mas profunda e muito eficaz, também para implorar graças em favor das famílias, das comunidades e de todo o mundo.

3. Perante a situação internacional, na qual surgem tantas necessidades e problemas, e, em particular, perante o drama da Terra Santa, que não conhece fim, devemos recorrer com confiança à intercessão materna da Virgem. Temos a certeza de que ela pode apoiar os esforços de quem procura com sinceridade e empenho a paz. Ninguém como ela, Rainha da Paz, vela constantemente sobre este difícil caminho da humanidade.

Portanto, que durante o mês de Maio, de todas as partes do mundo, se eleve ao Céu uma oração ininterrupta e geral, para que finalmente se tomem iniciativas de desanuviamento e de diálogo na Terra de Cristo e em qualquer outro lugar do Planeta, marcado pela violência e pelo sofrimento.

 

 

© Copyright 2002 - Libreria Editrice Vaticana

 

top