The Holy See
back up
Search
riga

JOÃO PAULO II

ANGELUS

Domingo, 12 de Janeiro de 2003

Caríssimos Irmãos e Irmãs!

1. O Tempo do Natal e da Epifania termina com a festa de hoje, do Baptismo do Senhor no rio Jordão. Os Evangelhos concordam ao afirmar que, quando Jesus saiu da água, poisou sobre ele o Espírito Santo em forma de pomba, e, do alto, ouviu-se a voz do Pai celeste que dizia:  "Tu és o Meu Filho muito amado, em Ti pus toda a Minha complacência" (Mc 1, 11).

Confundido entre as multidões penitentes, Jesus tinha pedido a João Baptista para ser baptizado, fazendo perturbar o próprio Precursor. Mas, precisamente, este gesto revela a singularidade do messianismo de Jesus:  ele consiste em realizar a vontade do Pai, fazendo-se "vítima de expiação pelos nossos pecados" (1 Jo 4, 10).

A humilde solidariedade com os pecadores conduzi-lo-á à morte na Cruz.

2. Mergulhar na morte e na ressurreição de Cristo liberta radicalmente o homem do pecado e da morte e realiza um novo nascimento segundo o Espírito, para uma vida que não mais terá fim. Eis o Baptismo que o Ressuscitado confia aos Apóstolos enviando-os a todo o mundo (cf. Mt 28, 19). Tive a alegria de administrar esta manhã, segundo o costume, este mesmo Baptismo a alguns recém-nascidos.

O Baptismo das crianças, tão querido à tradição cristã, faz compreender com imediata eloquência a verdadeira natureza da salvação. Ela é graça, ou seja, dom gratuito do Senhor. De facto, Deus é sempre o primeiro a amar-nos e no sangue do seu Filho já pagou o preço do nosso resgate.
Por isso, é bom que os pais cristãos sejam solícitos em levar os seus filhos à fonte baptismal, para que recebam, em virtude da fé da Igreja, o grande dom da vida divina. Depois, os próprios pais, com o exemplo, a oração e os ensinamentos, sejam os primeiros educadores da fé dos filhos, para que aquele germe de vida nova possa chegar à plena maturação.

3. Dirigindo-nos agora à Virgem Maria, rezemos pelos vinte e dois meninos que esta manhã receberam o santo Baptismo; rezemos pelos seus pais, pelos padrinhos e madrinhas, e por todos os cristãos. A Mãe do Senhor ajude todos os baptizados a rejeitar tudo o que é contrário ao Evangelho, e a permanecer sempre fiéis às promessas assumidas na fonte baptismal.

 

© Copyright 2003 - Libreria Editrice Vaticana

top