The Holy See
back up
Search
riga

JOÃO PAULO II

ANGELUS

Domingo, 4 de Janeiro de 2004
 

 

1. Neste primeiro Domingo do novo ano, o segundo depois do Natal, a liturgia propõe novamente para a nossa meditação a estupenda página do Prólogo do Evangelho de João.

"No princípio ele escreve era o Verbo..." (Jo 1, 1). O termo grego é "Logos", mas no pensamento do Apóstolo a referência é à Sabedoria, que no Antigo Testamento se personifica como reguladora do cosmos e da história. "... e o Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus...  Tudo foi feito por meio dele" (Jo 1, 1.3.).

2. Eis, portanto, a afirmação surpreendente:  "O Verbo fez-se homem e habitou entre nós" (Jo 1, 14 ). É o próprio João que fixa o olhar da fé na origem divina de Cristo, insistindo com força sobre a realidade da sua Encarnação.

Ela aproxima dois termos aparentemente incompatíveis:  "Verbo" e "carne". Sim! Jesus é verdadeiro Deus e verdadeiro homem. É o Unigénito Filho de Deus, que João e os outros Apóstolos "viram", "ouviram" e "tocaram" (cf. 1 Jo 1, 1-3). Na sua humanidade habita toda  a plenitude  da  sua  divindade (cf. Cl 2, 9).

3. Caríssimos, guiados pelo evangelista João, aproximemo-nos do mistério do Menino de Belém, em quem Deus revelou plenamente o seu rosto. Permaneçamos em silêncio com a Virgem Maria diante do Verbo eterno que por nós se fez criança. A quantos crêem no seu nome, tanto hoje como então, Ele dá o "poder de se tornar filhos de Deus" (cf. Jo 1, 12). Este é o mistério e o dom do Natal! 


Depois do Angelus

Saúdo os peregrinos presentes, em particular os fiéis de Giulianello di Cori, na Província de Latina, que dão vida ao tradicional cortejo dos Reis Magos.

Renovo-vos a todos os meus bons votos de feliz ano no amor e na paz de Cristo.

 

© Copyright 2004 - Libreria Editrice Vaticana   

 

top