The Holy See
back up
Search
riga

JOÃO PAULO II

ANGELUS

 Castel Gandolfo  12 de Setembro de 2004

 

1. Segundo uma antiga tradição, hoje celebra-se a Festa do Nome de Maria. Ligado indissoluvelmente ao de Jesus, para os cristãos este é o nome mais doce, porque a todos recorda a Mãe de todos. A Ela, Jesus agonizante confiou-nos como filhos. Que Maria vele sobre a humanidade nesta hora marcada por devastadoras explosões de violência. Que Ela vele especialmente sobre as novas gerações, desejosas de construir um futuro de esperança para todos.

2. Percebi esta profunda aspiração por um mundo de justiça e de paz também nos adolescentes, nos jovens e nos adultos da Acção Católica Italiana, que encontrei no domingo passado em Loreto, por ocasião da sua peregrinação nacional.

Sou grato ao Senhor por me ter dado a oportunidade de participar nesse importante acontecimento eclesial, cujo momento culminante foi a proclamação de três novos Beatos:  Alberto Marvelli, Pina Suriano e Pedro Tarrés i Claret.

Recordando o seu testemunho, gostaria de evocar aqui os três compromissos que, em Loreto, confiei à Acção Católica:  a "contemplação", para seguir o caminho da santidade; a "comunhão", para promover a espiritualidade da unidade; e a "missão", para ser fermento evangélico em todos os lugares.

3. Que Nossa Senhora ajude a Acção Católica a continuar com entusiasmo o seu próprio compromisso de testemunho apostólico, trabalhando sempre em união íntima com a Hierarquia e participando de modo responsável na pastoral paroquiana e diocesana.

A Igreja conta com a presença activa da Acção Católica e com a sua dedicação fiel à grande causa do Reino de Cristo. Também eu olho para a Acção Católica com profunda confiança e encorajo todos os seus membros a serem testemunhas generosas do feliz anúncio evangélico, para dar uma nova esperança à sociedade contemporânea, que aspira à paz.


Depois do Angelus

Saúdo-vos cordialmente, queridos peregrinos francófonos, presentes na recitação do Angelus. Que a Virgem vos ajude todos os dias!

Quero saudar os membros do Grupo de trabalho ecuménico internacional para o cuidado pastoral dos surdos, manifestando-lhes a minha gratidão pelos seus esforços em vista de anunciar a Palavra de Deus às pessoas com problemas auditivos. Além disso, transmito as boas-vindas aos novos estudantes do Programa Romano da Universidade de Dalas. Sobre os peregrinos e visitantes de expressão inglesa, invoco de todo o coração as bênçãos divinas da alegria e da paz.

Na Festa do Nome de Maria, saúdo cordialmente os peregrinos e visitantes de língua alemã. Dou as boas-vindas de maneira especial a um grupo de fiéis do Lar de São José, oriundos de Bigge.

É de todo o coração que saúdo os peregrinos de língua espanhola. Que a Virgem Maria seja sempre um modelo na nossa vida, para seguirmos Cristo com fidelidade.

Saúdo os peregrinos que vieram da Polónia, nomeadamente de Poznán, Goszczów, Kolobrzeg e Varsóvia; os alunos da escola infantil da paróquia de São Paulo Apóstolo, de Ostrów Wielkopolski; os peregrinos vindos aqui individualmente; e todos aqueles que se unem a nós através da rádio e da televisão. Saúdo de modo especial e abençoo a peregrinação das famílias de Kalwaria Zebrzydowska, na Arquidiocese de Cracóvia. Deus vos abençoe!

Saúdo os peregrinos de expressão italiana, de forma particular as Irmãs Oblatas de Jesus e Maria, cuja Congregação nasceu em Albano, e as monjas claustrais beneditinas. Saúdo ainda o Centro de Voluntários do Sofrimento, da Diocese de Mântua, os fiéis de algumas Paróquias da Diocese de Lodi e os fiéis de Cava dei Selci, assim como os motociclistas provenientes da Romanha.

Desejo um bom domingo a todos vós!

 

© Copyright 2004 - Libreria Editrice Vaticana   

 

top