The Holy See
back up
Search
riga

JOÃO PAULO II

ANGELUS

Domingo, 13 de Fevereiro de 2005


 

Caríssimos Irmãos e Irmãs
Sede bem-vindos
!

1. Encontramo-nos de novo neste lugar para louvar o Senhor. Gostaria de vos agradecer e também quantos nos acompanham através da rádio e da televisão a vossa proximidade, o afecto e, sobretudo a oração durante os dias da minha hospitalização na Policlínica "Gemelli".
Sinto sempre a necessidade da vossa ajuda diante do Senhor, para cumprir a missão que Jesus me confiou.

2. Na quarta-feira passada, com o rito das Cinzas, demos início à Quaresma, tempo litúrgico que todos os anos nos recorda uma verdade fundamental:  não se entra na vida eterna sem carregar a nossa cruz, em união com Cristo. Não se alcança a felicidade e a paz, sem enfrentar o combate interior com coragem. Trata-se de um combate que se vence com as armas da penitência:  a oração, o jejum e as obras de misericórdia. Tudo isto deve realizar-se no segredo, sem hipocrisia, em espírito de amor sincero a Deus e aos irmãos.

3. Na tarde de hoje, como todos os anos, começarei os Exercícios Espirituais, juntamente com os meus Colaboradores da Cúria. No silêncio e no recolhimento, rezarei ao Senhor por todas as necessidades da Igreja e do mundo. Peço-vos que também vós, caríssimos Irmãos e Irmãs, nos acompanheis com a vossa oração.

Maria Santíssima, que no meio das ocupações quotidianas conservava a mente e o coração sempre dirigidos para o mistério do seu Filho, nos leve a realizar um frutuoso itinerário quaresmal.


Depois do Angelus

Enquanto continuo a rezar pela paz no Médio Oriente, dirijo o meu sentido apelo em prol da libertação da jornalista italiana Giuliana Sgrena e de todos os raptados no Iraque.

Saúdo cordialmente os peregrinos de língua francesa, em particular a escola da fé, de Friburgo. Boa Quaresma a todos!

É-me grato saudar todos os peregrinos de expressão inglesa, inclusive os membros da Schola Cantorum, da Escola dedicada à memória do Cardeal Vaughan, em Londres.

Que Deus vos abençoe, assim como as vossas famílias!

É com afecto que saúdo os peregrinos de língua espanhola, de modo especial os da Extremadura. Com a oração, a esmola e o jejum, intensificai o vosso caminho de conversão. Muito obrigado!

Saúdo os meus compatriotas presentes na Praça de São Pedro, na Polónia e no mundo inteiro. Agradeço as orações e todas as manifestações de união, expressas no período da minha enfermidade. Deus vos recompense. Deus abençoe todos vós!

Quero saudar os peregrinos de língua italiana, de modo particular os fiéis das Paróquias dos Santos Pedro e Paulo, em Mezzate, e de São Francisco, em Pavia, bem como os crismandos da Paróquia de Santa Maria em Torregalli, em Scandici.

Desejo a todos um bom domingo.

Obrigado!

 

© Copyright 2005 - Libreria Editrice Vaticana

 

top