The Holy See
back up
Search
riga

SANTA MISSA COM ORDENAÇÕES SACERDOTAIS
DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES

HOMILIA DO PAPA JOÃO PAULO II

Domingo do Bom Pastor, 14 de Maio de 2000

 

1."Eu sou o Bom Pastor"(Jo 10, 11).

Ressoa hoje em toda a Igreja esta palavra de Cristo. Ele, o Senhor, é o Pastor que dá a vida pelo seu rebanho. N'Ele se realiza a promessa feita pelo Deus de Israel por boca dos profetas: "Eis que Eu mesmo cuidarei das Minhas ovelhas e Me interessarei por elas" (Ez 34, 11).

Neste Domingo, comummente chamado do "Bom Pastor", a Igreja celebra o Dia Mundial de Oração pelas Vocações. E tenho a alegria de ordenar, precisamente neste dia, 26 presbíteros da Diocese de Roma. São os sacerdotes do ano 2000, escolhidos para anunciar o Evangelho na nossa Diocese. A vós, caríssimos Candidatos, dirijo a minha saudação mais cordial, estendendo-a a quantos, familiares, educadores e amigos, vos circundam neste inesquecível momento da vossa existência.

2. "O Bom Pastor dá a vida pelas ovelhas" (Jo 10, 11). Cristo apascenta o Povo de Deus com a força do amor, oferecendo-se a Si mesmo em sacrifício. Cumpre a sua missão de Pastor ao fazer-Se Cordeiro imolado. Sacerdos et hostia. Ninguém, porém, O obriga: é Ele mesmo que oferece a própria vida, em absoluta liberdade, para a retomar de novo (cf. Jo 10, 17) e vencer assim, "por nós", lá onde estávamos condenados à derrota. "Agnus redemit oves".

Ele é "a pedra que, rejeitada pelos construtores, se tornou a pedra angular" (cf. Sl 117, 22; Act 4, 11). Esta é a obra maravilhosa de Deus, que exaltou o seu Filho conferindo-Lhe "o nome que está acima de qualquer outro nome": o único no qual estabeleceu que podemos ser salvos (cf. Act 4, 12).

No nome de Jesus Cristo Bom Pastor, vós caríssimos diáconos, hoje sois consagrados presbíteros.

3. "Celebrai o Senhor, porque é bom: porque eterna é a sua misericórdia" (Sl 117, 1.29).
Caríssimos Ordinandos, vós tornais-vos sacerdotes durante o Grande Jubileu, no "ano da misericórdia do Senhor" (Is 61, 2). A graça inexaurível do Sacramento transformar-vos-á interiormente, para que a vossa vida, unida para sempre à de Cristo Sacerdote, se torne um cântico ao amor de Deus: "Misericordias Dominis in aeternum cantabo" (Sl 88, 2).

O mistério do amor divino, criador e redentor, que se revelou na encarnação do Verbo e se realizou no seu sacrifício pascal, é tão grande que inunda de modo superabundante todo o vosso dia e todos os momentos do vosso ministério. Hauri incessantemente deste mistério, sobretudo na celebração da Santa Missa, a energia espiritual para cumprirdes com fidelidade a vossa missão.

Por meio das vossas mãos, o Bom Pastor continuará a oferecer de maneira sacramental a sua vida para a salvação do mundo, atraindo todos a Si e convidando-os a acolher o abraço do único Pai. Estai sempre conscientes e gratos por este dom que hoje a Providência vos concede.

Daqui a pouco, a Igreja assim advertirá a cada um de vós: "Considera aquilo que fazes / imita aquilo que celebras / conforma a tua vida ao mistério da cruz de Cristo Senhor" (Rito). Conformai a vossa vida ao mistério da Cruz de Cristo!

É Cristo que salva e santifica, e vós tereis parte directa na sua obra, na medida da intensidade da vossa união com Ele. Se permanecerdes n'Ele, havereis de produzir muito fruto; sem Ele, ao contrário, nada podereis fazer (cf. Jo 15, 5). Ele escolheu-vos, e hoje "constitui-vos", para irdes e produzirdes fruto e o vosso fruto permanecer (cf. Jo 15, 16).

4. Queridos diáconos, pertenceis à Diocese de Roma, e realizastes a vossa formação nos Seminários desta Igreja: o Seminário Maior Romano, o Almo Colégio "Caprânica", o "Redemptoris Mater" e o dos Oblatos do Divino Amor. Desejo agradecer a quantos vos acompanharam e guiaram no caminho que vos conduziu até aqui. Penso nos vossos pais e nos sacerdotes que, com o exemplo e o conselho, vos ajudaram na opção vocacional. Penso nos responsáveis pela vossa preparação teológica, espiritual e pastoral, nos Superiores dos Seminários romanos, que de coração encorajo a prosseguirem com generoso empenho no seu serviço, para que a Igreja de Roma seja enriquecida de presbíteros numerosos e bem formados. A alegria de vos ver sacerdotes, sempre fiéis à vossa missão, será para todos a maior recompensa.

O vosso exemplo encoraje, além disso, outros jovens a seguirem Cristo com igual disponibilidade. Por isto oramos neste Dia dedicado às Vocações: o "Senhor da messe" continue a chamar operários do seu Reino, porque "a messe é grande" (Mt 9, 37).

5. Queridos Ordinandos, sobre a vossa vocação vele Maria Santíssima, modelo de todo o chamamento de especial consagração na Igreja. Neste momento, Cristo confia-vos de novo a Ela, repetindo a cada um de vós as palavras que, do alto da Cruz, dirigiu ao Apóstolo João: "Eis a tua mãe!" (Jo 19, 27).

Confio cada um de vós e o vosso ministério à Salus Populi Romani. Ela saberá guiar-vos, dia após dia, para vos tornardes um só com o Bom Pastor, de modo especial na quotidiana celebração da Eucaristia.

E Vós, "Bom Pastor, verdadeiro Pão, nutri-nos e defendei-nos" para um serviço sempre mais generoso à vossa Igreja, que actua no mundo para a salvação da humanidade. Amém!

 

 

© Copyright 2000 - Libreria Editrice Vaticana

top