The Holy See
back up
Search
riga

VIAGEM APOSTÓLICA À TORONTO,
À CIDADE DA GUATEMALA E À CIDADE DO MÉXICO

XVII JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

HOMILIA DO PAPA JOÃO PAULO II

Parque "Downsview"
Domingo, 28 de Julho de 2002

 

"Vós sois o sal da terra...
Vós sois a luz do mundo"
(Mt 5, 13-14)

Queridos jovens da XVII Jornada Mundial da Juventude,
Estimados Irmãos e Irmãs

1. Numa montanha dos arredores do Lago da Galileia, os discípulos de Jesus estavam à escuta da sua voz suave e premente: suave como a própria paisagem da Galileia, e premente como um apelo a escolher entre a vida e a morte, entre a verdade e a mentira. Então, o Senhor pronunciou palavras de vida, destinadas a ressoar para sempre no coração dos discípulos.

Hoje, Ele dirige-vos as mesmas palavras a vós, jovens de Toronto, do Ontário e de todo o Canadá, dos Estados Unidos, do Caribe, da América de línguas espanhola e portuguesa, da Europa, da África, da Ásia e da Oceânia. Escutai a voz de Jesus, no mais profundo dos vossos corações! As suas palavras dizem-vos quem sois como cristãos. Elas ensinam-vos aquilo que deveis fazer para permanecer no seu amor.

2. Jesus oferece uma coisa, enquanto "o espírito do mundo" oferece outra. Na leitura de hoje, tirada da Carta aos Efésios, São Paulo afirma que Jesus nos faz passar das trevas para a luz (cf. 5, 8). Sem dúvida, o grande Apóstolo pensava na luz que o tinha cegado, a ele que era o perseguidor dos cristãos, no caminho de Damasco. Quando recuperou a vista, nada mais era como antes. Paulo nasceu de novo e nada mais lhe podia subtrair a alegria, que tinha inundado a sua alma.

Prezados jovens, também vós sois chamados a deixar-vos transformar. "Desperta, tu que dormes. Levanta-te de entre os mortos e Cristo te iluminará" (Ef 5, 14):  é ainda Paulo que fala.

O "espírito do mundo" oferece múltiplas ilusões, numerosas paródias da felicidade. Sem dúvida, não existem trevas mais densas do que aquelas que se insinuam na alma dos jovens, quando os falsos profetas extinguem neles a luz da fé, da esperança e da caridade. A maior utopia, a fonte mais importante da infelicidade consiste na ilusão de encontrar a vida renunciando a Deus, de conquistar a liberdade excluindo as verdades morais e a responsabilidade pessoal.

3. O Senhor convida-vos a escolher entre estas duas vozes, que concorrem para se apoderar da vossa alma. Esta opção constitui a substância e o desafio da Jornada Mundial da Juventude. Por que motivo vos reunistes aqui, oriundos de todas as regiões do mundo? Para dizerdes, juntamente com Cristo: "Senhor, para quem havemos de ir?" (Jo 6, 68). Quem é que tem palavras de vida eterna? É Jesus, o amigo íntimo de cada jovem, que tem palavras de vida.

O mundo que haveis de herdar tem, desesperadamente, necessidade de um sentido renovado da fraternidade e da solidariedade humanas. Trata-se de um mundo que precisa de ser sensibilizado e curado pela beleza e pela riqueza do amor de Deus. O mundo contemporâneo precisa de testemunhas deste amor. Ele tem necessidade de que sejais o sal da terra e a luz do mundo. O mundo tem necessidade de vós, precisa do sal, de vós como sal da terra e como luz do mundo!

4. É ao sal que se recorre para conservar e manter sãos os alimentos. Como apóstolos do terceiro milénio, cabe a vós conservar e manter viva a consciência da presença de Jesus Cristo, nosso Salvador, de maneira especial na celebração da Eucaristia, memorial da sua morte redentora e da sua gloriosa ressurreição. Deveis conservar viva a recordação  das palavras de vida que Ele pronunciou, das maravilhosas obras de misericórdia e de bondade que Ele realizou. Deveis recordar ao mundo, constantemente, que "o Evangelho é a força de Deus para a salvação" (cf. Rm 1, 16)!

O sal tempera e dá sabor à comida. Seguindo Cristo, deveis transformar e melhorar o "sabor" da história humana. Com a vossa fé, esperança e amor, com a vossa inteligência, fortaleza e perseverança, deveis humanizar o mundo em que vivemos. Na primeira leitura de hoje, já o Profeta Isaías nos indicava a maneira de realizar isto: "Acabar com as prisões injustas... repartir o pão com quem passa fome... se tirares do meio de ti... o gesto que ameaça e a linguagem injuriosa... Então, a tua luz brilhará nas trevas" (58, 6-10).

5. Até mesmo uma pequena chama pode dissipar o obscuro véu da noite. Quanto maior será a luz que vós fareis se, todos juntos, vos unirdes como um só na comunhão da Igreja! Se amais Jesus, amai a Igreja! Não desanimeis perante os pecados e as faltas de alguns dos seus membros. O dano que alguns presbíteros e religiosos causam aos jovens e às pessoas vulneráveis enche-nos de um profundo sentido de tristeza e de vergonha. Contudo, pensai na vasta maioria dos sacerdotes e religiosos dedicados e generosos, cujo único desejo consiste em servir e em praticar o bem! Hoje, há muitos sacerdotes, seminaristas e pessoas consagradas aqui presentes; permanecei perto deles e ajudai-os! E se, nas profundezas dos vossos corações, sentis o mesmo chamamento ao sacerdócio ou à vida consagrada, não tenhais medo de seguir Cristo no caminho real da Cruz! Nos momentos difíceis da vida na Igreja, a busca da santidade torna-se ainda mais urgente. E a santidade não é uma questão de idade; trata-se de viver no Espírito Santo, precisamente como já fizeram Kateri Tekakwitha, aqui na América, e muitos outros jovens.

Vós sois jovens e o Papa é idoso, e ter 82 ou 83 anos não é a mesma coisa que ter 22 ou 23. Todavia, ele continua a identificar-se plenamente com as vossas esperanças e as vossas aspirações. Juventude de espírito, juventude de espírito! Embora eu tenha vivido no meio de muitas trevas, sob duros regimes totalitários, tive suficientes motivos para me convencer de maneira inabalável de que nenhuma dificuldade e nenhum temor é tão grande a ponto de poder sufocar completamente a esperança que jorra sem cessar no coração dos jovens.

Vós sois a nossa esperança, os jovens são a nossa esperança! Não permitais que esta esperança morra. Comprometei a vossa vida com ela. Nós não somos a soma das nossas dificuldades e falências; constituímos a soma do amor do Pai por nós e da nossa capacidade concreta de nos tornarmos imagem do seu Filho.

6. Termino com uma oração:

Ó Senhor Jesus Cristo,
Conservai estes jovens
no vosso amor.

Permiti que ouçam a vossa voz
e acreditem naquilo que dizeis
porque somente Vós tendes
palavras de vida eterna
.

Ensinai-os a professar a sua fé,
a manifestar o seu amor
e a transmitir a sua esperança
aos outros.

Fazei deles testemunhas
convictas do vosso Evangelho
num mundo tão necessitado
da vossa graça salvífica.

Fazei deles o novo povo
das Bem-Aventuranças,
a fim de que possam ser
o sal da terra
e a luz do mundo no início
do terceiro milénio cristão!

Maria, Mãe da Igreja,
protege e guia estes jovens
e estas jovens do século XXI,
conservando-nos a todos
junto do teu Coração maternal!

Amen!

 

© Copyright 2002 - Libreria Editrice Vaticana

top