The Holy See
back up
Search
riga

MISSA DA NOITE DE NATAL

HOMILIA DO DO PAPA JOÃO PAULO II

Basílica Vaticana
24 de Dezembro de 2004

 

1. «Adoro Te devote, latens Deitas».

Nesta Noite, sinto ressoar no coração as primeiras palavras do célebre Hino Eucarístico, que dia após dia me acompanham neste ano dedicado particularmente à Eucaristia.

No Filho da Virgem, «envolto em panos e deitado numa manjedoura» (Lc 2, 12), reconhecemos e adoramos «o Pão descido do céu» (Jo 6, 41.51), o Redentor que veio à terra para dar a vida ao mundo. 

2. Belém! Na língua hebraica, a cidade onde, segundo as Escrituras, nasceu Jesus significa «casa do pão». Lá devia, pois, nascer o Messias que haveria de dizer de Si mesmo: «Eu sou o pão da vida» (Jo 6, 35.48).

Em Belém nasceu Aquele que, no sinal do pão partido, haveria de deixar o memorial da sua Páscoa. A adoração do Menino Jesus torna-se, nesta Noite Santa, adoração eucarística

3. Adoramo-Vos, Senhor, realmente presente no Sacramento do Altar, Pão vivo que dais vida ao homem. Reconhecemo-Vos como nosso único Deus, ó frágil Menino que estais inerme no presépio! «Na plenitude dos tempos, fizestes-Vos homem entre os homens para unir o fim ao princípio, isto é, o homem a Deus» (S. Ireneu, Adversus hæreses, 4, 20, 4).

Nascestes nesta Noite, nosso divino Redentor, e para nós, viandantes pelas sendas do tempo, Vos fizestes alimento de vida eterna.

Recordai-Vos de nós, eterno Filho de Deus, que tomastes da Virgem Maria a forma humana! A humanidade inteira, atribulada por provas e dificuldades, precisa de Vós.

Ficai connosco, Pão vivo descido do Céu para nossa salvação! Ficai connosco para sempre. Amen!

 

 

© Copyright 2004 - Libreria Editrice Vaticana

 

top