The Holy See
back up
Search
riga

CARTA AUTÓGRAFA DO PAPA JOÃO PAULO II
 AO CARDEAL AGNELO ROSSI
POR OCASIÃO DO 25º ANIVERSÁRIO
DE ORDENAÇÃO EPISCOPAL

 

Ao Venerável Irmão Nosso
Agnelo Rossi
Cardeal da Santa Igreja Romana
Prefeito da Sagrada Congregação
para a Evangelização dos Povos

É para Nós agradável conhecer os trabalhos, as dificuldades, os frutos do ministério e as alegrias dos outros Bispos que servem connosco os fiéis, e com eles compartilhar tudo isto com caridade fraterna. Por isso, Venerável Irmão Nosso, desde que soubemos que tu ias celebrar solenemente no mês de Abril próximo o vigésimo quinto aniversário de ordenação episcopal, propusemo-Nos escrever-te esta carta para Nos congratularmos contigo e te aumentarmos a alegria. Na verdade, tens razão de exultar, como os Apóstolos antecessores nossos e aqueles que, recordando-se dos exemplos deles, propagam na sociedade humana a doutrina e os exemplos que nos deixaram. Também assim fizeste com igual zelo apostólico, que te levou a realizar muitas coisas para tornar Cristo conhecido e O gravar mais e mais nos corações dos Seus. Isto na diocese de Barra do Piraí, cuja limitada jurisdição não se pode comparar com outras actividades, tantas de facto elas foram e tão salutares para o bem das almas. Assim na arquidiocese de Ribeirão Preto, onde estiveste pouquíssimo tempo, mostrando contudo os teus dotes e qual a tua sabedoria pastoral, embora ao mesmo tempo estivesses ocupado com o estudo de questões do Concílio Vaticano II e outras incumbências; e assim também na arquidiocese de São Paulo no Brasil, onde tiveste sobretudo a peito algumas iniciativas da maior importância para a Universidade Católica da mesma cidade, para o Seminário Central, e para a formação e acção pastoral dos sacerdotes sobretudo jovens. Por último, criado, pelo Nosso Predecessor Paulo VI de venerável memória, Cardeal da Santa Igreja Romana e depois Prefeito da Sagrada Congregação para a Evangelização dos Povos, mostras cada dia ter trazido, para o cargo que desempenhas, experiência de governo e aquele amor de Cristo que sugere e ilumina as decisões, graças às quais esse Sagrado Dicastério procura executar aquilo que o seu nome pede. Para aludirmos a algumas iniciativas, fizeste viagens missionárias para visitar Missões, te encontrares com Bispos e eclesiásticos, a fim de, conhecendo melhor as circunstâncias das missões, propores normas pastorais melhor adequadas. E aplicas-te a muitas outras coisas, tendo sobretudo em vista o progresso do apostolado missionário. Seria longo enumerar tudo o mais. Basta concluir do que fica dito que te esforçaste com todo o ânimo por cumprir o lema gravado no teu brasão episcopal: "Oportet illum regnare".

Tudo isto forma o teu tesouro, pelo qual Nos congratulamos contigo. Segundo a prudência cristã, esforça-te por aumentá-lo dia após dia, lembrando-te entretanto, na intimidade e com coração grato e piedoso, dos dons e dos benefícios recebidos do Senhor.

Isto pedimos Nós do céu para ti e como que o atraímos por meio da Bênção Apostólica, que tornamos extensiva a todos quantos te rodearem ao celebrares o Jubileu episcopal.

Dado em Roma, junto de São Pedro, no dia 30 do mês de Março do ano de 1981, terceiro do Nosso Pontificado.

JOÃO PAULO PP. II

© Copyright 1981 - Libreria Editrice Vaticana

 

top