The Holy See
back up
Search
riga

CARTA DO PAPA JOÃO PAULO II
AO ADMINISTRADOR APOSTÓLICO DE RATISBONA
NO 150º ANIVERSÁRIO DO FALECIMENTO
DO BISPO JOÃO MIGUEL SAILER

 

Ao venerável Irmão RODOLFO GRABER
antigo Bispo e Administrador Apostólico de Ratisbona

A dilecta comunidade católica de Ratisbona em breve comemorará sem dúvida um dos seus notáveis pastores, e ao mesmo tempo a de Munique e Frisinga o seu doutor há muito celebrado não só em toda a Alemanha mas em toda a Europa, João Miguel Sailer, no centésimo quinquagésimo aniversário do seu falecimento em Ratisbona no dia 20 do mês de Maio.

Tão grandes e salutares bens realizou este pedagogo, sem dúvida singular, e teólogo fiel não só quando estava presente na escola ou no púlpito mas também, estando ausente mediante 40 volumes de obras próprias, e sobretudo por meio dos discípulos, depois seus seguidores ilustres, de maneira que é julgado com razão autor sem dúvida eficacíssimo da renovação católica na sua pátria, defensor muito enérgico da recta doutrina, e quase precursor do movimento ecuménico recente.

Desejamos na verdade também Nós participar com o espírito nas solenidades que nesta altura se realizarão, durante uma semana festiva e evocadora, não só para honrar devidamente tal ministro e mestre da Igreja, mas também para dar a conhecer de novo, por toda a parte e a todos, o insigne exemplo da sua vida e sua obra. Por isso desejamos o mais possível que, juntando-se deste modo a Nossa voz e a nossa exortação fraterna, daqui receba incitamento o povo católico da Alemanha para imitar o espírito dele e a fidelidade em seguir o método de actividade pastoral e o caminho da pedagogia cristã.

Procurou, na verdade, juntar uma erudição da maior solidez com a formação nos bons costumes, levar os indiferentes a Cristo e à Igreja com a benevolência da amabilidade e o amor da verdade, e por fim atrair todos os cristãos com a única piedade do Evangelho e a sinceridade da doutrina. Todas estas virtudes quase mostraram antecipadamente o nosso tempo e as suas necessidades. Por isso julgamo-lo em toda a parte apto e digno para que os doutores e os pastores, também da época mais recente, o contemplem e conheçam a fundo, o imitem e continuamente o coloquem diante dos olhos.

A isto tende afinal esta Nossa carta a ti, Venerável Irmão, amavelmente dirigida, com a qual desejamos saudar todos os que tomam parte nas celebrações aniversárias; e com ela ao mesmo tempo interessa exortar os mesmos a recolherem os mais copiosos frutos da comemoração deste Bispo sem igual, João Miguel Sailer, para próspera renovação da fé católica, renovação esta que aliás nunca se há-de suspender. De maneira semelhante, para o mesmo tende a Bênção Apostólica, que damos de boa vontade a todos os promotores das celebrações e aos incansáveis agentes delas, como conciliadora sempre da luz do alto.

Do Palácio do Vaticano, no dia 19 de Abril do ano de 1982, quarto do Nosso Pontificado.

 

JOÃO PAULO PP. II

 

© Copyright 1982 - Libreria Editrice Vaticana

 

top