The Holy See
back up
Search
riga

CARTA DO PAPA JOÃO PAULO II
PARA A CONSAGRAÇÃO DA IGREJA
DA ASSUNÇÃO EM TBILISSI (GEÓRGIA)

 

Ao Rev.do Padre GIUSEPPE PASOTTO, C.S.S.
Administrador Apostólico do Cáucaso

Na comunhão da Igreja e dos Túmulos dos Apóstolos Pedro e Paulo, que selaram o seu testemunho com o próprio sangue nesta Cidade de Roma, saúdo Vossa Reverência e a comunidade católica do Cáucaso: «A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo estejam com todos vós» (2 Cor 13, 13).

Reunistes-vos com o meu colaborador na Secretaria de Estado, D. Giovanni Battista Re, para consagrar uma igreja que desde há muito tempo faz parte da história georgiana e constitui um significativo memorial da presença católica nessa amada terra. O edifício evoca tanto os sofrimentos da Geórgia como os sacrifícios da população católica que ali reside. Todavia, agora a igreja da Assunção ressurge como símbolo da renovada esperança da Geórgia e como proclamação de Cristo ressuscitado, em Quem toda a escuridão se torna luz.

Trata-se de uma edificação realizada pelo homem, pelas mãos daquelas pessoas que são «pedras vivas [...] na construção de um templo espiritual» (1 Pd 2, 5). Por conseguinte, o edifício constitui um ícone do mistério da Igreja, «que o sangue de Cristo torna santa, esposa que se faz radiante pela sua glória, virgem esplendorosa na integridade da sua fé, mãe abençoada mediante o poder do Espírito» (Oração de Dedicação das Igrejas). Ela representa o templo do eterno sacrifício de Cristo, que abriga o altar, «símbolo do próprio Cristo, presente no meio da assembleia dos seus fiéis, como vítima oferecida para a nossa reconciliação e, ao mesmo tempo, como alimento celeste que se nos dá» (Catecismo da Igreja Católica, n. 1383).

Rezo com extremo fervor a fim de que esta igreja e a comunidade dos fiéis de Cristo que ali se reunirem se tornem cada vez mais sinal e instrumento de purificação e de vida nova para os católicos georgianos, enquanto eles se aproximam do terceiro milénio da era cristã. Confio toda a comunidade católica à gloriosa intercessão da Virgem Maria, que subiu aos céus: a «Mulher revestida de Sol, tendo a luz debaixo dos seus pés e sobre a cabeça uma coroa de doze estrelas» (Ap 12, 1) guie a Igreja que está na Geórgia rumo à inextinguível luz do seu Filho! Como penhor de glória n'Ele, é de bom grado que concedo a minha Bênção apostólica a todas as pessoas que compartilham a alegria deste momento.

Vaticano, Solenidade da Assunção de Nossa Senhora, 1999.

 

JOÃO PAULO PP. II

 

© Copyright 1999 - Libreria Editrice Vaticana

top