The Holy See
back up
Search
riga

CARTA DO SANTO PADRE JOÃO PAULO II
A SUA BEATITUDE VOLODYMYR
METROPOLITA DE KIEV E DE TODA A UCRÂNIA

 

A Sua Beatitude Volodymyr
Metropolita de Kiev e de toda a Ucrânia

Recebi a Carta que Vossa Beatitude me dirigiu, a qual foi entregue na sede da Nunciatura Apostólica em Kiev, no dia 23 do passado mês de Janeiro. Desejo assegurá-lo de que li com atenção quanto Vossa Beatitude quis manifestar-me a respeito da minha Peregrinação Apostólica à Ucrânia que, a convite dos Bispos católicos e do Presidente da República do País, me preparo para realizar com a graça de Deus, no próximo mês de Junho.

É-me particularmente grata a ocasião de dirigir esta Missiva a Vossa Beatitude, venerado Irmão, para lhe confirmar que, depois de vários convites, como Supremo Pastor da Igreja Católica, finalmente poderei corresponder ao vivo desejo dos católicos ucranianos, bastante numerosos e bem radicados no País, encontrando-me com eles e confirmando-os na fé em Jesus Cristo, nosso único Senhor. O Núncio Apostólico em Kiev, D. Nikola Eterovic, não deixou de informar Vossa Beatitude acerca de tais convites, bem como do programa da minha Visita.

É com este espírito que me disponho a partir como peregrino para a amada e nobre Terra da Ucrânia. Nisto animam-me sentimentos de júbilo pelo encontro com os irmãos e filhos católicos, assim como sentimentos de afecto e de fraternidade evangélica para com todos aqueles que, nessa Nação, compartilham a fé em Cristo e desejam testemunhar no mundo, juntamente connosco, o amor de Deus Pai, manifestado no seu Filho Jesus, no poder do Espírito Santo.

Por conseguinte, a minha visita já iminente quer também pôr em evidência uma constante e respeitadora atenção aos irmãos ortodoxos, além do decidido compromisso de continuar a percorrer o caminho do diálogo na verdade e na caridade. Sinal desta profunda compreensão, que tem como finalidade superar qualquer problema que possa vir a surgir entre nós, é a Comissão Mista de membros da Igreja greco-católica ucraniana e da Igreja ortodoxo-ucraniana que inclui dois representantes do Patriarcado de Moscovo e dois da Santa Sé novamente estabelecida para corresponder ao desejo de Sua Santidade o Patriarca Aleixo II de examinar as relações entre católicos e ortodoxos na Ucrânia Ocidental. Faço ardorosos bons votos para que esta Comissão dê quanto antes início aos seus trabalhos.

Precisamente para salientar este anseio pela unidade, seguindo o mandato do Mestre divino "ut unum sint", por ocasião da minha viagem gostaria ardentemente de me encontrar também com Vossa Beatitude, venerado Irmão, e de lhe manifestar pessoalmente com um abraço fraternal, o amor que nutro por Vossa Beatitude e por todos os fiéis da Igreja ortodoxo-ucraniana.

Enquanto fico à espera, queira o Senhor conceder-nos a consciência da comum participação na aspiração à unidade entre todos os cristãos. Ela é indispensável para que o anúncio do Evangelho ressoe com renovado impulso no mundo inteiro, até ao momento em que despontar o dia, por todos aguardado, do glorioso encontro com Cristo Ressuscitado, Senhor do Universo.

Vaticano, 26 de Março de 2001.

JOÃO PAULO PP. II

 

 

© Copyright 2001 - Libreria Editrice Vaticana

 

top