The Holy See
back up
Search
riga

VISITA PASTORAL A BOLONHA E EMÍLIA ROMANHA

ORAÇÃO DO PAPA JOÃO PAULO II
ÀS VÍTIMAS DO ATENTADO DE 2 DE AGOSTO DE 1980
 NA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE BOLONHA

 

Ó Deus, Pai de infinita misericórdia, que nos deste o Teu Filho,
 morto e ressuscitado pela salvação do mundo, ouve a nossa suplicante prece.

Estamos aqui reunidos, no lugar onde no dia 2 de Agosto de 1980 as vidas de tantos nossos Irmãos e Irmãs foram traiçoeira e vilmente truncadas no sangue da violência.

A lembrança e o peso daquele horrendo massacre estão ainda profundamente gravados na nossa consciência de cidadãos e cristãos.

Concede Tu, no amor eterno, a paz e a alegria sem fim às vitimas inocentes, cujo sangue, como o de Abel, clama a Ti, deste solo.

Enxuga Tu as lágrimas humanamente inconsoláveis dos seus parentes, que esperam e pedem verdade e justiça, e dá-lhes a graça de saberem perdoar com o poder de Cristo Crucificado.

Penetra Tu no coração daqueles que, manchando-se com um crime tão desumano, profanaram e feriram o Homem, criado à Tua imagem e semelhança.

Abre-lhes os olhos cegos e desfigurados pelo ódio, para que compreendam que a sociedade nova e melhor não se pode construir sobre o ódio e sobre o desprezo, nem muito menos, sobre o extermínio dos irmãos.

Conforta quantos, cada dia, cumprem no silêncio e no escondimento o próprio dever, dando assim o seu valoroso e meritório contributo para o progresso espiritual e civil da humanidade.

Dirige o Teu olhar benevolente para esta cidade, que nestes anos teve de pagar um alto tributo de sangue e de sofrimento; oxalá ela saiba encontrar nas suas fecundas raízes cristãs a força para continuar com novo impulso o seu caminho pelas vias da paz, da solidariedade e da concórdia.

Confiamos esta nossa prece à poderosa intercessão da Bem-aventurada Virgem Maria, Mãe de Cristo e nossa Mãe.

Amém.

Bolonha, 18 de Abril de 1982

 

© Copyright 1982 - Libreria Editrice Vaticana 

 

top